No Estádio San Siro, em Milão, uma das seleções mais tradicionais do futebol mundial decidia sua vida, a seleção italiana, detentora de quatro copas do mundo, recebeu a seleção da Suécia.

Como perdeu a primeira partida para os suecos por 1 a 0, seria necessária uma vitória por pelo menos um gol de diferença para decidir a vaga nos pênaltis, nem isso aconteceu, empate em 0 a , que leva a Suécia de volta a copa, algo que não ocorria desde 2006 na Alemanha e elimina a tetracampeã mundial, vencedora das copas de 1934,1938,1982 e 2006.

Jogadores choraram muito após a eliminação, principalmente o ícone Buffon que poderia chegar a sua sexta Copa do Mundo, tendo estreado em mundias na edição de 1998, disputada na França.

(imagem retirada do jornal Gazeta Dello Sport)