Com a capacidade reduzida por determinação do corpo de bombeiros, que só liberou a arquibancada social, o Leão da Serra abriu suas portas em jogos oficiais pela primeira vez para apenas 450 torcedores, a chamada arquibancada monumental, estava com o acesso impedido por tapumes de obra.

Com as duas torcidas animadas, fazendo muito barulho através de instrumentos os dois times entravam em campo visando apagar a má impressão deixada na rodada anterior, onde os dois perderam seus jogos pelo mesmo placar, 3 a 0, este jogo finalmente foi realizado após adiamentos causados por vistorias do corpo de bombeiros, greve dos caminhoneiros e opção da FERJ.

Em campo o que se viu foi uma partida equilibrada, precisando vencer e jogando em casa, o Serrano foi ao ataque, mantendo um bom volume de jogo, posteriormente o time visitante equilibrou as ações e passou a jogar melhor que o Leão da Serra, Douglas abriu o placar para a ADI e obrigou o time da casa a sair mais, só que os erros de passe no último terço impediam uma melhor sorte, enquanto os visitantes ameaçavam por terem mais qualidade neste setor.

O Serrano empatou no início do segundo tempo com o velho conhecido da torcida, Marcelo Macedo, de cabeça , a torcida se empolgou e explodiu de alegria, o time parecia mais próximo da vitória, só que a exemplo do primeiro tempo a ADI foi dominando o jogo, principalmente pela força física e qualidade técnica, cometendo inclusive muitas faltas que deixavam o jogo amarrado, num erro de saída de bola Edu marcou o gol da vitória dos visitantes.

No final do jogo um desentendimento entre Junior Pagode, atacante do Itaboraí e Magdiel, lateral esquerdo do Serrano, acabou em um pequeno tumulto no campo, resultando na expulsão dois dois jogadores o resultado faz o time ficar na parte de baixo da tabela, fazendo o jogo de domingo, contra o Carapebus no Atílio Marotti ganhar ares decisivos, pela necessidade de voltar a disputar entre os melhores do campeonato e evitar uma corrida contra o descenso como no ano passado.

Serrano: Gustavo; Foguete, Pedro Paulo, Lucena e Magdiel(cartão vermelho aos 48 do segundo tempo); Kauer, Arthur, Ruan(Substituído por Thales aos 39 do segundo tempo) e Indio, Marcelo Macedo(substituído por Juninho aos 32 do segundo tempo) e Marcelo Régis( substituído por Dener aos 21 do segundo tempo). Téc: Marcelo Olímpio.

Itaboraí: Eduardo; Thiago Crispim, Diego, Victor Silva e Erick; Petterson, Gustavo Moura, Gabriel Galhardo(substituído por Junior Pagode); Rodrigo(substituído por Ramon Costa), Douglas  e Edu. Tec: Chiquinho Lima.

Cartões Amarelos: Pedro Paulo e Magdiel (Serrano). Eduardo, Erick, Petterson, Gustavo, Gabriel Galhardo, Rodrigo e Douglas.

Cartões Vermelhos: Magdiel ( Serrano) e Junior (Itaboraí).

Público: 387 pagantes Renda: R$ 2750,00