Divulgação / Ascom PMP

Investimento em merenda promete atender 42 mil alunos em 184 unidades educacionais em 2019

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Prefeitura investe R$ 12 milhões em merenda em 2019

Um cardápio balanceado acompanhado por nutricionistas garante o cumprimento das necessidades nutricionais de cada aluno da rede municipal de Educação: proteínas, verduras, legumes e frutas. Só em 2018 o investimento feito pelo poder público foi de R$ 10,6 milhões e em 2019 o será ainda mais, aproximadamente R$ 12 milhões. A alimentação de qualidade também fortalece outro destaque na rede municipal de Educação: a oferta de cursos e oficinas no contraturno escolar.

“O investimento em merenda de qualidade é um dever do poder público. Mas além disso, é necessário promover o acompanhamento nutricional dos alunos, por isso a Secretaria de Educação mantém um Núcleo de Alimentação Escolar que cria os cardápios de acordo com a faixa etária e necessidades nutricionais e realiza o acompanhamento do cumprimento do cardápio nas unidades educacionais”, explica o prefeito Bernardo Rossi.

Esse investimento garante produtos diferenciados, principalmente com relação aos produtos do hortifrúti. “O município está cumprindo as especificações do Plano Nacional de Alimentação Escolar do governo federal, que recomenda o uso de 30% dos recursos da merenda para aquisição de gêneros da agricultura familiar”, contou.

Em 2017, o município garantiu a meta: 30% com o uso de R$ 1,2 milhão em produtos e em 2018, esse número é superior a 35%. Uma realidade bem diferente dos anos anteriores: segundo o FNDE – Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação – em 2014 e 2015 o município não cumpriu a meta de destinar 30% dos recursos do PNAE para a compra de alimentos da agricultura familiar, conforme determina a lei 11.947 de 2009. Em 2014 foram destinados apenas 12% dos recursos e em 2015, o montante foi de 26%.

No cardápio da merenda há itens como abacate, abóbora, abobrinha, aipim, espinafre, mel, repolho, beterraba, caqui, cebola, inhame, tangerina, tomate e vagem e hortaliças, além de proteínas – carnes vermelhas, peixe e frango e também frutas como banana, maçã, pera, laranja, maracujá, abacaxi, mamão, melão, melancia e limão.

Oficinas e cursos na Casa da Educação e Centro de Ensino Darcy Ribeiro
Nada melhor do que poder participar de aulas esportivas e culturais gratuitas e com essa intenção o poder público vem aumentando a cada ano o número de vagas ofertadas: na Casa da Educação, no ano de 2016 eram 180 alunos atendidos, em 2017 o número passou para 500, em 2018 pulou para 800 e em 2019 serão mais de 1.000 alunos. Na Casa são oferecidos cursos diferenciados no contraturno escolar como: capoeira, judô, informática, teatro, inglês, banda, ballet, desenho e fotografia e, em 2019, karatê.

Já no Centro de Ensino Professor Darcy Ribeiro os cursos e oficinas são direcionados para os alunos do ensino fundamental II e o número de alunos atendidos também vem crescendo: em 2018 foram 206 alunos e em 2019 serão 350. O Centro de ensino oferece cursos de capoeira, judô, cozinha experimental, informática e ballet.

A oferta de oficinas e cursos no contraturno também está de acordo com as metas 2 e 7 dos Planos Nacional e Municipal de Educação.

“É uma possibilidade muitas das vezes únicas para crianças e jovens em idade escolar. Todas as aulas são acompanhadas por profissionais e os pais são sempre convidados para prestigiar os trabalhos realizados em programações especiais”, explica a secretária de Educação, Marcia Palma.

Além desses dois polos, a prefeitura criou em 2018 um Centro de Treinamento de ginástica, através de uma parceria com a treinadora Georgette Vidor: o local todo equipado já atende 100 crianças entre 4 e 14 anos, na EM Papa João Paulo II, no São Sebastião.

Fonte: Prefeitura de Petrópolis

Crédito da foto: Divulgação / Ascom PMP

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.