Instalação de bicicletários é discutida em reunião na câmara de vereadores A própria Câmara dos Vereadores tem a intenção de instalar o equipamento

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Reunião realizada na Câmara Municipal nesta quinta-feira (20.02) discutiu a instalação e adequação dos bicicletários na cidade. O encontro, promovido pelo vereador Marcelo Lessa (SD), deu continuidade ao cronograma de trabalho que visa tornar realidade a implementação de ciclorrotas em Petrópolis. A própria Câmara dos Vereadores tem a intenção de instalar o equipamento para garantir que servidores e população utilizem o local para deixar as “bikes” de forma segura.

O encontro contou com a presença de representantes da Associação dos Ciclistas de Petrópolis (ACIPE), da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) e do Conselho Municipal de Trânsito e Transportes (sociedade civil), além do presidente da casa, vereador Hingo Hammes (PTB). Na pauta também foram debatidos temas correlacionados, como a localização dos bicicletários, a necessidade de adequação dos equipamentos já existentes a modelos que não danifiquem as “bikes” e a possibilidade de indicação de parceria público-privada para promover a instalação de novos equipamentos.

“É importante para a cidade ter alternativas aos carros e espaços adequados para a passagem das bicicletas. Mas, para isso, também é preciso que o município disponha de locais para que o ciclista pare a sua bicicleta com segurança. Como ideia, a formalização de parceria com empresas, que viabilizem a instalação dos bicicletários pode ser uma saída para minimizar o custo do município e garantir que esse projeto saia realmente do papel”, destacou Marcelo Lessa.

E a casa legislativa também entra como opção de local para deixar as bicicletas. O presidente da Câmara, Hingo Hammes, apontou o pátio, próximo ao estacionamento, como local para instalar o bicicletário.

“Dependemos da aprovação dos órgãos de tombamento, mas temos todo o interesse de fazer parte desse projeto. É um local seguro que atende a todas as demandas propostas aqui e que vai beneficiar os ciclistas. Além disso, ao utilizar a bike, a pessoa pratica uma atividade física, o que beneficia a saúde”, destacou.

Ponto em comum na reunião foi a localização dos novos bicicletários. A intenção é que os novos equipamentos sejam instalados em espaços que sejam monitorados por uma das 56 câmaras do CIOP – são 46 locais sob vigilância das câmeras atualmente. Também destaque na reunião o tipo de bicicletário foi apontado como uma medida que precisa ser revista. Apenas um, o localizado na Rua Pinto Ferreira, no Centro, atende aos ciclistas de maneira efetiva quanto ao seu formado. Os demais são considerados antigos, ficam presos pela roda e além de facilitar o furto das bicicletas também podem danificar os quadros das “bikes”.

Para a próxima reunião, agendada para 05 de março, serão chamados membros do IPHAN, INEPAC, Setranspetro, além de representantes da Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans), entre outras entidades. A intenção é acelerar o processo de implementação das ciclofaixas na cidade e garantir a segurança dos ciclistas.

 

Foto: Os vereadores Marcelo Lessa e Hingo Hammes receberam os representantes do ciclismo petropolitano. (Ascom/CMP).

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.