FOTO: ÉZIO PHILOT

Inscrições abertas para Festival Internacional de Corais em Petrópolis: evento será realizado de forma online

A Segunda edição do FIC Petrópolis –Festival Internacional de Corais 2021, já está lançada e vai acontecer de 13 a 16 de março, online. As inscrições gratuitas estão abertas, vão até o dia 15 de fevereiro e devem ser efetuadas através do Instituto Movarte. Mesmo dentro deste período atípico que vive o setor cultural brasileiro, sobretudo como forma de resistir a um desafio que já atravessa o segundo ano, o festival se firma como uma estaca que reforça os alicerces do movimento coral.

Corais de todos os gêneros de repertório, profissional ou amador, com qualquer formação, sem qualquer limite de idade, poderão se inscrever, observando as seguintes regras: deve ser enviado um vídeo gravado já no período da pandemia, de forma remota, para o e-mail institutomovarte@gmail.com. No corpo da mensagem devem constar as informações: nome do coral; nome do regente; país; cidade; estado; nome da música do vídeo; nome dos autores da música; contato telefônico do grupo. O material será avaliado pela equipe curadora do festival, que fará contato com os selecionados.

O Governo Federal, Governo do Estado do Rio de Janeiro, Secretaria Estadual de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, através da Lei Aldir Blanc, apresentam o FIC Petrópolis 2021. É uma realização do Instituto Movarte e de acordo com a presidente, Amanda Coelho, “unir num só evento diferentes países, vozes e acima de tudo, fomentar a cultura na nossa cidade, nos traz grande satisfação. O cenário atual demanda que esta edição seja online, porém, tenho certeza, será tão linda e emocionante como a primeira”. Vale lembrar que Petrópolis recebeu o título de Capital Estadual do Canto Coral, projeto do ex-prefeito Bernardo Rossi ainda como deputado estadual, sancionado pelo Estado em 2019.

 “A ideia é contar com a participação do maior espectro possível de coros, para que seja, de fato, um intercâmbio, uma bela mostra de talentos e do esforço feito pelo setor neste momento; em suma, um congraçamento desse trabalho coral”, explica o diretor do evento, maestro Leonardo Randolfo. Ele acrescenta que a programação, inteiramente gratuita, será divulgada em março e o acesso será no Facebook e Youtube. Informações no @ficpetropolis.

TRADIÇÃO

Internacionalmente conhecida como Cidade dos Corais, Petrópolis mantém a tradição de um movimento que se renova há décadas e, na verdade, tem sua origem lá nos idos de 1863 com a fundação da Sociedade Coral Concórdia pelos colonos alemães. Esta iniciativa abriu caminho para a criação do primeiro coral na cidade e lá se vão mais de 150 anos de tradição agregando gerações, sendo o segmento que envolve o maior número de pessoas da cidade. Em Petrópolis quase toda instituição petropolitana constitui seu coro, pequeno ou grande, profissional ou amador, de inúmeros gêneros, incluindo os incontáveis grupos de igrejas de várias religiões, além de empresas. Neste momento de exceção mundial o movimento do canto coral não parou, fez as adaptações, cada um de acordo com suas possibilidades e o universo online possui todos os registros deste desafio.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também