Inscrições abertas para capacitação sobre autismo e inclusão

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Os profissionais que atuam nas turmas da educação infantil na rede municipal de Educação podem se inscrever para proposta de capacitação “O autista e a inclusão: conversação e docência”. A formação é uma iniciativa do Departamento de Educação Infantil da Secretaria de Educação.

Estão sendo oferecidas 100 vagas e os encontros serão ministrados pela professora doutora Maria Angélica de Mello Pisetta. As inscrições deverão ser realizadas por email com o nome do profissional e unidade escolar de lotação: [email protected]

“A Secretaria de Educação mantém um calendário de formação que privilegia professores, gestores e educadores com o objetivo de atualizar conhecimentos e trocar informações sobre a rotina com os alunos nas unidades escolares. Esse é mais um curso e é ainda mais especial porque vai tratar da inclusão. A rede mantém um trabalho de atendimento individual especializado, mas é sempre importante que os profissionais participem de capacitações que auxiliarão no melhor atendimento possível para esses alunos”, afirma o prefeito Bernardo Rossi.

A formação será dividida em três encontros: 13 de maio; 20 de agosto e 5 de novembro, e acontecerão no Liceu Municipal Prefeito Cordolino Ambrósio, que fica na Rua Oscar Weinschenck, nº 150, Centro, das 13h30 às 16h30.

“É importante que as unidades escolares inscrevam seus representantes nessa formação que é inédita. Tenho certeza que todos os encontros serão proveitosos, sobretudo para tirar as dúvidas sobre as melhores formas de interação pedagógica com os alunos autistas”, explica a secretária de Educação, Marcia Palma.

O autismo, ou Transtorno do Espectro do Autismo (como foi tecnicamente denominado pelo DMS-5, o Manual de Diagnóstico e Estatística dos Transtornos Mentais) é um transtorno neurológico caracterizado por comprometimento da interação social, comunicação verbal e não-verbal e comportamento restrito e repetitivo. A rede municipal de Educação atende 212 alunos diagnosticados com autismo. Os estudantes são acompanhados pelo Departamento de Educação Especial da Secretaria de Educação. Oficinas extracurriculares também são oferecidas aos alunos no Centro de Referência em Educação Inclusiva João Pedro de Souza Rosa.

Fonte: Prefeitura de Petrópolis

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.