Indústria fluminense terá direito à flexibilização de contratos de gás natural

O Governo do Estado do Rio de Janeiro – por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Energia e Relações Internacionais – intermediou junto à Naturgy e Petrobras a flexibilização de contratos de fornecimento de gás natural para a indústria fluminense. Entre as medidas acordadas na sexta-feira (27/03) estão a flexibilização do consumo mínimo contratado e a não cobrança de penalidades contratuais decorrentes da redução da demanda provocada pela pandemia do novo coronavírus.

– Por determinação do governador Wilson Witzel, a secretaria intermediou um acordo que vai proporcionar tranquilidade principalmente para a indústria, em razão do compromisso de pagamento mínimo da capacidade contratada. Os contratos atuais impõem penalidades que seriam mais um fator prejudicial para as concessionárias e os consumidores nesse momento de crise – disse o secretário de Desenvolvimento Econômico, Energia e Relações Internacionais, Lucas Tristão.

Segundo a Naturgy, a Petrobras reconhece e apoia o momento enfrentado pela distribuidora. A concessionária informou ainda que já notificou a Petrobras sobre os impactos do Covid-19 na indústria fluminense desde o início da pandemia.

A Naturgy fará as tratativas com os consumidores industriais individualmente, de acordo com as suas necessidades.

Suspensão de desligamentos para os consumidores
Na semana passada, o Governo do Rio também negociou com a Naturgy a suspensão, por 30 dias, de cortes e desligamentos de gás em razão da inadimplência dos consumidores dos segmentos residencial e comercial de pequeno porte.

Fonte: Governo do Estado do Rio de Janeiro

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também