Índice de chuva atinge 138% na cidade de Petrópolis O maior índice pluviométrico foi registrado na 24 de Maio, onde choveu 82 milímetros

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Equipes da prefeitura – 120 homens – estão nas ruas neste sábado à noite (03.02) para limpeza, desobstrução de vias, controle do trânsito e vistorias em imóveis. As equipes em campo são da Defesa Civil, SSOP, Comdep, Obras e CPTrans. O prefeito Bernardo Rossi determinou que toda a força de trabalho possível seja usada para restabelecer principalmente a circulação de ônibus, garantindo a segurança dos usuários, além de atuar no sentido de restabelecer o trânsito de imediato nas vias afetadas.

O índice de chuva permanece alto na cidade e chega a ser 138% maior do que no ano passado no mesmo período, fevereiro. A previsão é de chuvas fortes na cidade até meados de abril. Nas últimas 24 horas, o maior índice pluviométrico foi registrado na 24 de Maio, onde choveu 82 milímetros. No mesmo período, no Vila Felipe, foram 70 milímetros.

A Comdep e a Secretaria de Obras mobilizaram 60 funcionários para o trabalho de limpeza e desobstrução no Morin, Rua Casemiro de Abreu, Corrêas, Nogueira, Cascatinha, Caxambu e Bairro Esperança. O trabalho conta com o apoio de três máquinas e dois caminhões para remoção de lama das ruas.

 

Controle por pluviômetros e sirenes de alerta

Os números são registrados pelos pluviômetros da Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias que estão acoplados às sirenes do Sistema de Alerta e Alarme. Em todo o município são 20 equipamentos instalados em 12 comunidades: Gentio, Vale do Cuiabá, 24 de Maio, Alto da Serra, Bingen, Dr. Thouzet, Independência, Quitandinha, São Sebastião, Sargento Boening, Siméria e Vila Felipe.

Na tarde deste sábado, a Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias registrou deslizamentos de terra que atingiram vias e casas no Quissamã, Alto da Serra, Caxambu, Castrioto, Floresta e Morin. As equipes ainda estão em campo, mas não há vítimas e desalojados estão em casas de parentes.

A Defesa Civil está em estágio de atenção, já que a chuva permanece em algumas regiões da cidade e existe a previsão de novas pancadas para a noite de hoje. O órgão municipal pede para a população ter atenção em função dos acumulados de chuvas que deixam o solo encharcado.

Em caso de qualquer sinal de instabilidade no imóvel ou terreno, o morador deve ligar para o telefone 199 e pedir uma vistoria preventiva à Defesa Civil. A ligação e o serviço são gratuitos.

 

Operações de ônibus sofrem alterações

As equipes da PMP trabalham para limpeza, desobstrução e conserto das ruas para que as linhas de ônibus que não estão circulando voltem a operar. Segundo a Turb, por conta do alagamento em Corrêas, todas as linhas que atendem o terminal ficaram sem circular, além das linhas 700 – Terminal Itaipava e as executivas, que não estão operando desde as 17h55. De acordo com a empresa, apenas a linha 600 – Terminal Corrêas – Centro, voltou a operar às 20h50.

A empresa Petro Ita informa que as linhas 470 – Santa Isabel e 464 – Roncoroni não estão operando nas duas localidades neste momento. A linha 462 – Pedro Ivo está circulando, mas está parando antes do ponto final também por conta de uma barreira que caiu na região. Toda a operação sofreu atrasos porque vários trechos ficaram alagados, como Alto da Serra e Coronel Veiga.

De acordo com a Cidade das Hortênsias, as linhas 305 – Aristides Ladeira, 306 e 323 – Bairro Esperança, 303 – Bela Vista, 325 – Alto Bela Vista, 317 – Gregório Cruzick e 321 – Alto Alcobacinha não estão operando. A empresa ainda não deu previsão de retorno para essas linhas.

As linhas 300 – Terminal Corrêas e 330 – Terminal Corrêas, via Pedro Elmer voltaram a operar às 20h30. Porém, a empresa destaca que a 330 não está passando pela Pedro Elmer. Os ônibus da linha estão circulando pela Rua Bernardo Proença.

Já as linhas 310 – Spartaco Banal e 319 – Rodolfo Alberto Pires, que teve interrupção na operação, mas já foi normalizada.

Fonte: Prefeitura de Petrópolis

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.