Um incêndio de grandes proporções atingiu um galpão, na Avenida Brasil, perto do Viaduto do Gasômetro, na manhã desta quarta-feira. O estabelecimento reunia alegorias das escolas de samba Unidos da Ponte e Lins Imperial. De acordo com as primeiras informações, o terreno era da Império da Tijuca, mas teria sido cedido para as outras duas agremiações. Ao lado do depósito, há um galpão de combustíveis. O Corpo de Bombeiros foi acionado por volta das 6h30 e às 8h15 ainda estava no local.

Não há relatos de feridos. Identificado apenas como Alberto, um idoso, de 86 anos, foi retirado do local antes do fogo se alastrar pelo estabelecimento. Ele trabalha para a Lins Imperial há dez anos e morava no galpão há um mês. Segundo testemunhas, o incêndio foi provocado por moradores de rua. “Acordei com explosões. Se não fosse o dono do bar [um comerciante que socorreu o idoso], eu tinha morrido queimado. O fogo começou na Avenida Brasil e logo se alastrou aqui para dentro”, completou.

Alberto viva no depósito com um gato e um cachorro. A Guarda Municipal encontrou o gato com queimaduras e o levou para a Clínica Veterinária da Mangueira. Já o cachorro conseguiu ser resgatado. O comerciante Nei Silva, de 65 anos, relatou muita correria no local no momento do incêndio. “Eram pelo menos três moradores de rua que colocaram fogo. Quando vimos, o fogo estava muito alto, começamos a bater na porta pra chamar o seu Alberto. Foi uma correria, explosões muito fortes. Ficamos preocupados em salvá-lo”, afirmou.

A fumaça foi vista em diversos pontos da cidade, inclusive da Ponte Rio-Niterói. Segundo o Centro de Operações Rio, a pista lateral da Avenida Brasil foi interditada e houve retenções no local. O COR pede que os motoristas que seguem para o Centro optem pela Linha Vermelha. Há também a opção de acessar região de Benfica, através da Avenida Brasil, e ir pela Radial Oeste.

Fonte: ODIA