Império de Petrópolis conquista os jurados e sobe de categoria no Carnaval do Rio

Com um enredo que falou sobre a cerveja, a Império de Petrópolis conquistou os jurados e subiu de categoria no Carnaval carioca. Depois do desfile no sábado (29.02), que aconteceu, literalmente, debaixo de chuva – e nem assim desanimou os componentes da escola -, a apuração dos votos na noite desta segunda-feira (02) confirmou o sucesso da agremiação. O grupo ficou entre as oito classificadas para subir do Grupo de Avaliação ao Grupo de Acesso da Intendente Magalhães, em Madureira, que é a base para as escolas do grupo de acesso do Sambódromo.

Enquanto na Sapucaí desfilam o Grupo Especial e a Série A, abaixo delas vêm as escolas que saem na Intendente. Lá, são três divisões: o Grupo Especial, o Grupo de Acesso e o Grupo de Avaliação. Fundada em 2016, a Império de Petrópolis levou cerca de 500 pessoas ao seu primeiro desfile. E a animação da escola, somada ao capricho das fantasias e alegorias para falar da cerveja no enredo “Cerveja: de pão líquido à paixão nacional”, do carnavalesco Laerte Gulini”, conquistaram a sexta colocação, com 179,1 pontos.

“Foi um desfile emocionante, eu estou sorrindo à toa até agora. Mesmo com a chuva ninguém desanimou, foi uma animação total. Conseguimos subir de categoria e no ano que vem desfilamos no domingo de Carnaval. E temos certeza que vamos continuar subindo até chegar ao Sambódromo”, explica a presidente da escola, Odete Silva. “Estou há 60 anos no samba e não saio dele, é a minha vida. Samba é alegria”, completou.

Sétima a entrar na avenida, esta foi a primeira vez de uma escola petropolitana no Carnaval do Rio. Foram meses de trabalho na confecção das fantasias, nos ensaios. A escola é itinerante e reúne apaixonados pelo samba em toda a cidade. Durante o Carnaval, a agremiação ainda participou da festa nos bairros em Petrópolis, com apresentações no Alto da Serra, Corrêas, Nogueira, Pedro do Rio e na Posse.

“Aqui eles já mostraram um pouco da animação que estava por vir. E na Intendente Magalhães confirmaram ter muita garra e muito alegria mesmo debaixo de uma verdadeira tempestade. Ficamos muito felizes com o resultado”, destaca o diretor-presidente do Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE), Renato Freixiela. “Mostraram toda a força do povo petropolitano e representaram muito bem a cidade. É uma forma de levarmos o nome do nosso município para o Carnaval do Rio”, completa o prefeito Bernardo Rossi.

Na Intendente Magalhães, desfilam as escolas de samba da LIESB e demais associações que desejam subir para o ponto mais alto do Carnaval do Rio: a Sapucaí. Apesar de uma estrutura menor que os desfiles da Sapucaí, as fantasias e o profissionalismo são praticamente do mesmo nível, já que a vencedora do Grupo B desfila no Sambódromo no ano seguinte.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também