Créditos: Imagens da Internet

Idosa de 70 anos mata o marido e o concreta na parede de casa

As equipes dos Bombeiros tiveram que utilizar picaretas, enxadas e pás para conseguir ter acesso aos restos da vítima
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Nessa terça-feira (31), uma idosa de 70 anos foi presa, por suspeita de assassinar o marido. Após o crime, que aconteceu em Ribeirão das Neves, Região Metropolitana de Belo Horizonte, a mulher teria esquartejado o homem e o concretado na parede da casa em que moravam.

De acordo com o G1, as equipes dos Bombeiros tiveram que utilizar picaretas, enxadas e pás para conseguir ter acesso aos restos da vítima, que foi escondida em uma cova na parede da sala. A viúva foi levada a delegacia da cidade.

O homem de 55 anos, estava desaparecido desde o dia 11 de agosto, seu sumiço havia sido relatado pela sua irmã. Ela disse que não conseguia mais contatá-lo desde que ele havia feito um empréstimo de R$ 8 mil para realizar uma cirurgia de retirada de um câncer.

Quando os oficiais foram visitar o local, a mulher disse que seu marido havia feito uma viagem para o Rio de Janeiro com seu irmão. Eles notaram que uma parte do piso da cozinha estava recém-concretada e pintada. Foi então que os agentes removeram uma parte da obra e imediatamente sentiram o odor do cadáver que já estava decompondo. Os Bombeiros foram chamados e o corpo foi removido.

Não se sabe ainda a motivação do crime, assim como a identidade da idosa. Os policiais descobriram que ela já havia tentado matar o marido, em 2012. Na ocasião, o homem fez um Boletim de Ocorrência. O casal estava junto há 30 anos e o crime teria acontecido há 20 dias.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.