NadineDoerle/Pixabay

ICMBio exonera chefes de UCs responsáveis por proteger o mico-leão-dourado

Ameaçado de extinção, o mico-leão-dourado pode desaparecer por completo após ser afetado pela perda de seu habitat, o que pode acontecer graças a ação do ICMBio
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), aparelhado pelo governo, que colocou militares na chefia do órgão, exonerou todos os chefes de Unidades de Conservação (UCs) federais que trabalhavam para preservar o habitat do mico-leão-dourado, como forma de proteger a espécie, que está ameaçada de extinção.

Com a saída desses profissionais, os micos ficam mais expostos à ação de desmatadores e a espécie corre risco ainda maior de desaparecer por completo.

As exonerações dos gestores das reservas biológicas da União e Poço das Antas e da Área de Proteção Ambiental da Bacia do Rio São João/Mico-Leão-Dourado representam um retrocesso. Conforme divulgado pelo portal O Eco, essa ação representa risco eminente aos animais, já que esses locais são os últimos refúgios da espécie.

Fonte: Anda

Crédito da foto: NadineDoerle/Pixabay

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.