Iasha estreia primeiro single, “Red Love”, com um clipe e produção de Nino Carlo

Lançamento é do selo Caravela, com distribuição da Warner Music.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Iasha traz a música no sangue, e após uma imersão nas suas raízes da bossa nova, o músico abraça seu amor pelas guitarras do rock e do blues com o primeiro single e clipe, “Red Love”. O lançamento do selo Caravela através da Warner Music Brasil vem para coroar uma trajetória musical com o frescor de um estreante e, ao mesmo tempo, a bagagem do berço: Iasha Gottlieb Castro-Neves herdou a veia musical do avô, Mario, e dos tios-avós, cujo sobrenome se tornou sinônimo de virtuosismo. Agora, o músico começa a trilhar a sua própria trajetória cheia de personalidade. A primeira faixa, que teve produção do renomado DJ Nino Carlo, já está disponível nas plataformas e o clipe, no canal da Warner.

Autodidata desde os 9 anos, Iasha aperfeiçoou sua técnica como guitarrista com os professores Fred Rios, Rogério Miranda e Arthur Liory. Já o vocal foi refinado na escola Proarte, em Teresópolis, depois de ganhar uma concorrida bolsa. Trabalhou na sua presença de palco se apresentando com diversas bandas em palcos da região serrana fluminense, tocando clássicos de Santanna, Led Zeppelin, Queens of the Stone Age e mais. 

“Red Love” combina essas habilidades, com um vocal grave se destacando em meio à guitarra com inspiração blueseira, passando pelo indie e lo-fi. Seguindo a tradição de mesclar música e suas ligações familiares, Iasha se une à “segunda mãe”, Catharina Dantes de Carvalho Pinheiro, para assinar essa composição. O time inclui mixagem e efeitos do próprio produtor Nino Carlo, além de masterização de Paulo Jevaux. 

O single e clipe “Red Love” abrem as portas para uma série de canções de Iasha, a serem lançadas em breve pelo selo Caravela. 

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.