Hospital Santa Teresa completa 146 anos

Data é celebrada com missa em homenagem aos colaboradores e às vítimas da enchente
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Em um início de ano marcado por insegurança sanitária, por conta da nova variante Ômicron, e uma tragédia que devastou os principais pontos históricos de Petrópolis, o Hospital Santa Teresa, a mais antiga instituição de saúde da cidade imperial, completa 146 anos, no dia 12 de março, celebrando uma missa em homenagem aos que partiram e à vida dos que ficaram.

O HST sempre esteve ao lado da população de Petrópolis, já tendo presenciado tantos outros marcos da história, como primeira e segunda guerras, epidemias, enchentes e a pandemia da Covid-19, mas nada foi igual à tragédia recente, que deixou centenas de famílias desabrigadas e devastadas, e levou a vida de mais de 200 pessoas, dentre elas, três colaboradores diretos e indiretos do hospital.

Por conta do momento tão delicado e de tamanha tristeza, ainda não é hora para comemorações. Mas para que o aniversário do histórico hospital que, assim como centenas de petropolitanos, fez o possível para salvar vidas, não passasse em branco, a instituição celebrou uma missa, conduzida pelo padre Fernando na última sexta-feira (11), na capela do hospital, em homenagem aos seus colaboradores e às vítimas da tragédia. “Há 146 anos essa casa se dedica a servir. Além dos cuidados com a saúde, também é possível dar vida aos pacientes, confortando, animando e ouvindo. Todos nós podemos ser instrumentos de vida a quem cruza nosso caminho. Que Deus continue abençoando este hospital e a todos que aqui trabalham e que eles possam ser instrumentos da bondade de Deus”, disse o Padre.

Esta semana, também é aniversário de Petrópolis, que completa 178 anos no dia 16, e a dor ainda é imensa, mas jamais será maior do que a vontade dessa população que, por amor, resolveu ficar nesta cidade, única pela sua grandeza histórica e linda por natureza, pelos museus, praças, igrejas e, principalmente, pela sua gente, que em breve voltará a sorrir.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.