Foto: Divulgação

Hospital do Corpo de Bombeiros RJ zera pacientes positivos para Covid-19

Durante a pandemia, corporação realizou telemonitoramento inédito da tropa.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O Corpo de Bombeiros  Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ) zerou o número de pacientes positivos para Covid-19 internados no Hospital Central Aristarcho Pessoa (HCAP), o hospital geral da corporação. Além disso, de acordo com dados da Diretoria Geral de Saúde (DGS), todos os bombeiros que seguem na unidade para recuperação de sequelas da doença encontram-se fora de isolamento respiratório.

“Um ano e sete meses após o início da pandemia, é muito significativo e gratificante não ter pacientes positivos para a doença no nosso hospital. Esse resultado é fruto de um trabalho incansável que envolve investimentos feitos pelo Comando e a dedicação total dos nossos profissionais da área da Saúde”, afirmou o secretário de Estado de Defesa Civil e comandante-geral do CBMERJ, coronel Leandro Monteiro.

Desde março de 2020, mais de 6.500 militares da ativa foram atendidos pelas equipes de Saúde da corporação, com suspeita ou confirmação de coronavírus. O CBMERJ registrou 26 óbitos em decorrência da doença entre os cerca de 12 mil militares da ativa – uma taxa de mortalidade de 0,22%.

Durante a pandemia, o Corpo de Bombeiros RJ desenvolveu uma iniciativa inédita de telemonitoramento da tropa, um acompanhamento diário, via telefone, dos casos suspeitos ou confirmados, até que os pacientes tivessem alta médica. O serviço, uma parceria entre a DGS, a Diretoria Geral de Odontologia (DGO) e a Assessoria de Informática (Assinfo), chegou a atender até 600 pacientes por dia, no ápice da pandemia. Hoje, cerca de 50 pacientes são telemonitorados diariamente”, explicou a coronel Simone Simões, diretora Geral de Saúde do CBMERJ.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.