Hortomercado funciona até na véspera de Réveillon e é opção para incrementar a ceia

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Mais de 3 mil pessoas devem passar pelo Hortomercado Municipal, em Itaipava, entre este sábado (29.12) e segunda-feira (31), véspera de Réveillon. Os 35 boxes e duas lojas – que vendem as delícias produzidas, em sua maioria, por produtores da cidade, além do Bar do Horto, vão funcionar normalmente durante todo o fim de semana, de 8h às 18h, e abrem também na segunda, com horário até 14h. A expectativa é de que frutas frescas, laticínios, sementes e orgânicos sejam os produtos mais procurados para incrementar a ceia de virada de ano. Neste período, os produtores chegam a faturar até 10% a mais do que outros meses.

Legumes, verduras, shitakes, frios, entre diversos outros produtos estão entre as opções oferecidas no Hortomercado, que leva o nome de José Carneiro Dias. O prefeito Bernardo Rossi explica que o local representa o sustento de muitas famílias e ajuda a movimentar a economia. “Petrópolis é incrível também por produzir alimentos de qualidade. E tenho certeza de que a ceia vai ficar ainda mais especial com os produtos vendidos no Horto. É um local que até pessoas de fora da cidade aproveitam para fazer suas comprar, são produtos fresquinhos, vindos das nossas regiões rurais. O local fomenta a agricultura do município”, frisa.

A expectativa é de receber também muitos turistas que estão hospedados em hotéis para o Réveillon e também veranistas, já acostumados a fazer uma parada no Hortomercado.

Além de Itaipava, outra opção são as feiras livres. Na Rua Souza Franco, no Centro, ela funciona neste sábado, de 6h às 15h e na segunda até às 14h30. Já no Alto da Serra, os produtos serão vendidos no domingo, de 6h às 15h. “É uma excelente oportunidade para os petropolitanos aproveitarem os alimentos produzidos aqui. Apenas alguns vêm de fora. E a agricultura é um setor que ajuda a movimentar a economia e o desenvolvimento do município”, explica o secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Fiorini.

“Esperamos que as pessoas procurem muito por frutas frescas, ou queijos, nozes e orgânicos, no caso do Horto. Neste período os produtores costumam comemorar o aumento nas vendas”, completa o diretor do Departamento de Agricultura da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, José Maurício Soares.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.