Homem é processado após pagar funcionário com 91,5 mil moedas

O empregador ainda deixou um contracheque com um palavrão escrito
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O Departamento do Trabalho dos Estados Unidos abriu um processo, nessa quarta-feira (05) contra o dono de uma oficina mecânica, que pagou o salário de um funcionário com 91,5 mil moedas cobertas de óleo.

Além disso, o empregador ainda deixou um contracheque com um palavrão escrito, na casa do indivíduo, chamado Andreas Flaten.

Para o Departamento que entrou com a ação, Flaten deve ser indenizado em U$ 36.971,00, o que equivale a cerca de R$ 208.154,12. O funcionário alega que, depois de ter pedido demissão, houve atraso no pagamento de salários, horas extras não contabilizadas, falta de registro do trabalhador e outros danos.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.