Um homem foi preso suspeito de ter estuprado as três filhas dele e as duas enteadas, na zona rural de Cuiabá. Segundo a Delegacia Especializada de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Deddica), os abusos ocorriam há alguns meses e foram denunciados pela mulher dele, que também sofria agressões e ameaças. A prisão ocorreu na quarta-feira (20) e foi divulgada na última quinta-feira (21).

A família mora no Loteamento Bandeira, zona rural da capital mato-grossense. De acordo com a Deddica, o suspeito, de 33 anos, foi encaminhado para audiência de custódia e teve a prisão mantida pela Justiça.

A mãe das cinco vítimas procurou a polícia para denunciar que o marido abusava das filhas: duas adolescentes, de 13 e 15 anos, que são de um relacionamento anterior da mulher com outro homem, e das três filhas em comum, de 3, 4 e 6 anos. A mulher disse aos policiais que convive há seis anos com o suspeito e que tentava se separar, mas era ameaçada de morte.

Toda a situação era conhecida por moradores da zona rural. A mulher também detalhou que o companheiro a tratava com agressividade e muitos xingamentos, todos presenciados pelas filhas.

Ainda, ela disse que passou desconfiar que o suspeito abusava sexualmente das filhas, praticando atos libidinosos como carícias nas partes íntimas das adolescentes. Para confirmar essas suspeitas ela usou um celular para gravar os abusos.

A filha mais velha de 15 anos confirmou que era abusada e declarou que foi ameaçada com uma faca e obrigada a praticar atos sexuais com o suspeito. O inquérito policial deve ser finalizado em 10 dias.

A Deddica deve enviar uma cópia do boletim de ocorrência para a Delegacia da Mulher em relação à mulher do suspeito, já que ela também sofria agressões.

 

Fonte: SBC Brasil