Homem é condenado a 12 anos de prisão por homicídio em São João Nepomuceno (MG)

O assassinato foi motivado por vingança, após a vítima se apropriar de drogas pertencentes ao denunciado.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Um homem foi condenado a 12 anos de prisão pelo Tribunal do Júri de São João Nepomuceno por conta de um homicídio ocorrido em um distrito da cidade, em 26 de dezembro de 2019. O crime aconteceu no povoado de Cachoeirinha, no distrito de Roça Grande. Segundo a denúncia do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), o assassinato foi motivado por vingança, após a vítima se apropriar de drogas pertencentes ao denunciado.

Na denúncia, o MPMG apontou motivo torpe e incidência do uso de emboscada, uma vez que a vítima foi atraída a um local deserto pelo réu e outros dois denunciados antes de ter sido surpreendida pelo ataque, segundo o MP. 

O Tribunal, por sua vez, reconheceu o homicídio qualificado por motivo torpe, mas não deu procedimento à emboscada. A pena de 12 anos foi instituída a ser cumprida, inicialmente, em regime fechado.

De acordo com o MPMG, os três denunciados pelo assassinato são integrantes de uma quadrilha que atuava no distrito de Roça Grande. O trio teria atraído a vítima para as proximidades de uma cachoeira sob o argumento de fazer uso de bebida alcoólica, mas já teria o objetivo de cometer o assassinato. Lá, teria ocorrido o homicídio e os suspeitos teriam fugido do local.

A acusação foi feita pela promotora de Justiça Soraya Silva Guedes. Os outros dois acusados ainda serão levados a júri popular.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.