Homem acusado de matar PM em Mesquita é preso

A polícia prendeu, neste domingo, Jonathan Santos Targino, o homem acusado de atirar e matar o PM Derinaldo Cardoso dos Santos durante uma tentativa de assalto a uma loja da Casa & Vídeo em Mesquita, na Baixada Fluminense, na última sexta-feira (4). No dia do crime, agentes já haviam prendido Jhonny Silva Quirino, que aparece junto com Targino em imagens da câmera de segurança do estabelecimento no momento do assassinato.

Ainda na sexta-feira, a Polícia Militar apreendeu a arma que foi usada para matar o policial. O tenente-coronel Marco Antônio Santos de Melo, do 20º BPM, tinha afirmado que iria seguir em busca do assassino e que a família da vítima não iria sentir o amargor da injustiça.

Derinaldo foi enterrado sob forte comoção neste sábado na capela 6 do cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, na Zona Oeste. Ele deixou a esposa e dois filhos.

Fonte: Meia Hora

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também