Foto: Ilustrativa

Homem acusado de estuprar irmã é preso em Petrópolis

De acordo com a Polícia Civil, a vítima, de apenas 13 anos, relatou ter sido estuprada por diversas vezes por seu próprio irmão.

Um homem, de 20 anos, foi preso preventivamente na manhã desta segunda-feira (17), em Petrópolis, acusado por estupro de vulnerável. De acordo com a Polícia Civil, a vítima, de apenas 13 anos, relatou ter sido estuprada por diversas vezes por seu próprio irmão.

Os fatos teriam acontecido na residência da vítima, que morava com sua genitora e seu irmão, localizada no bairro Quitandinha.

Ainda segunda a Polícia Civil, o autor confessou que teve envolvimento amoroso com sua irmã quando ela tinha apenas 8 anos de idade e ele 15 anos, tendo beijado a boca da vítima por algumas vezes. Ele negou, todavia, que tenha mantido relações sexuais com a irmã.

Nesse contexto, considerando a gravidade extrema do fato, aliado às circunstâncias pessoais do autor, que é usuário de drogas, o Ministério Público entendeu que as medidas protetivas eram insuficientes para salvaguardar a integridade física e psíquica da vítima, diante do descontrole extremo do irmão que, em momento de torpor pelo uso de drogas, poderia praticar fato ainda mais grave contra a vítima e sua genitora, opinando pela sua prisão preventiva.

Delegacia de Petrópolis prende preventivamente homem que estuprou sua própria irmã de apenas 13 anos de idade

Policiais Civis da 105ª DP (Petrópolis), coordenados pela Dra. Juliana Ziehe e pelo Dr. Marcelo Vieira, cumpriram, na manhã desta segunda-feira, 17/08/2020, mandado de prisão preventiva em face de um homem de 20 anos por estupro de vulnerável.Sobre os fatos, a vítima, de apenas 13 anos, relatou ter sido estuprada por diversas vezes por seu próprio irmão. Os fatos teriam acontecido na residência da vítima, que morava com sua genitora e seu irmão, localizada no bairro Quitandinha.Em sede policial, o autor confessou que teve envolvimento amoroso com sua irmã quando ela tinha apenas 8 anos de idade e ele 15 anos, tendo beijado a boca da vítima por algumas vezes. Negou, todavia, que tenha mantido relações sexuais com a irmã. Nesse contexto, considerando a gravidade extrema do fato, aliado às circunstâncias pessoais do autor, que é usuário de drogas, o Ministério Público entendeu que as medidas protetivas eram insuficientes para salvaguardar a integridade física e psíquica da vítima, diante do descontrole extremo do irmão que, em momento de torpor pelo uso de drogas, poderia praticar fato ainda mais grave contra a vítima e sua genitora, opinando pela sua prisão preventiva. A Polícia Civil solicita a colaboração de todos para tornarmos Petrópolis uma cidade mais segura.Denuncie pelo WhatsApp da 105DP – Tel.: 24-98833-8175. DISQUE DENÚNCIA: 2253-1177WHATSAPP DO DD: 21 968021-650O SIGILO É GARANTIDOPOLÍCIA CIVIL EM DEFESA DE QUEM PRECISAR

Posted by 105ª Delegacia de Polícia – Petrópolis on Monday, August 17, 2020
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também