“Até as pessoas que andam no caminho do bem acabam passando por situações difíceis. E nada é tão difícil que você não possa superar”, define o campeão de boxe Fernando Bolacha, que viveu fases complicadas devido ao uso de drogas. O boxeador não esquece dos dias e noites que passou nas ruas de São Paulo.

“Poucas pessoas querem acolher quem está numa situação de rua. Minha família mesmo desistiu”, relembra Bolacha ao visitar o albergue que o recebeu em sua fase mais difícil. O local é um lar para pessoas em situação de rua. “(Nas ruas), eu acordava à noite, rezava, chorava… é difícil ficar na rua, não ter nem onde ficar. Se você tem qualquer coisa, uma cama dessas, já te dá um gás. Você pensa ‘vou conseguir, eu vou sair, eu vou mudar!'”

A vida de Bolacha tomou outro rumo quando, por acaso, ele passou pelo Projeto Garrido, uma academia de boxe montada embaixo de um viaduto, com ringue, equipamentos de ginástica e biblioteca. O professor Nelson Garrido o incentivou a se tornar atleta profissional. Dali em diante, Bolacha venceu vários campeonatos de boxe, entrou para o Guinness World Records (o Livro dos Recordes), com maior número de repetições no exercício de barra fixa, e ainda fundou seu próprio projeto social: “Das Ruas Para os Ringues.”

O projeto é uma forma que o atleta encontrou de “retribuir” tudo o que o esporte lhe proporcionou. Em um espaço na Freguesia do Ó, bairro da capital paulistana, Bolacha montou uma academia de boxe com a ajuda de doações. Ali ensina a “nobre arte” a crianças de comunidades carentes da região.

Com 13 episódios de 26 minutos, a série documental “Bravos!” conta uma história de superação a cada quinta-feira. Fotografia, danças urbanas, poesia, boxe e halterofilismo são alguns dos universos apresentados na série, produzida pela TV Brasil. As gravações foram feitas em Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo.

Bravos – pugilista Fernando Bolacha vai ao ar na TV Brasil nesta quinta-feira, 22 de março, às 21h15

Fonte: Empresa Brasil de Comunicação | TV Brasil | Rádios Nacional e MEC