Há 64 anos, a cadela Laika se tornou o primeiro ser vivo a ser lançado ao espaço

Ela morreu entre cinco e sete horas depois do lançamento, bem antes do planejado.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Há 64 anos, no dia 3 de novembro de 1957, a cadela russa Laika entrou para a história como o primeiro ser vivo terrestre a orbitar o planeta Terra. Ela foi lançada ao espaço a bordo da nave soviética Sputnik II, um mês depois do lançamento do satélite Sputnik I, o primeiro objeto artificial a entrar em órbita.

O nome russo é comum para vários cães similares ao husky. A sua raça verdadeira é desconhecida. Ela morreu entre cinco e sete horas depois do lançamento, bem antes do planejado. A causa de sua morte, revelada décadas depois do voo, foi, provavelmente, uma combinação de estresse e o superaquecimento, talvez ocasionado por uma falha no sistema de controle térmico da nave.

Apesar disso, a experiência demonstrou ser possível para um animal suportar as condições de microgravidade, o que abriu o caminho para o envio de humanos em voos espaciais.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.