Para o segundo turno das eleições no domingo (28.10), a Guarda Civil mobiliza até 55 agentes para atuarem em todo o município. As ações começaram nesta sexta-feira (26.10) quando as urnas eletrônicas chegaram em Petrópolis. Os agentes estão junto com a Polícia Militar atuando até o término das apurações dos votos e o retorno das urnas eletrônicas no São Sebastião.

Atuando na segurança das urnas que ficam armazenadas na Sala Multimídia do Museu Imperial, dois agentes estarão em prontidão até o fim das votações, para caso haja necessidade de substituição de urnas que apresentarem defeitos. No local, acontece a concentração dos equipamentos que são distribuídos para as zonas eleitorais da cidade.

“No segundo turno estamos mobilizando mais agentes para atuar na segurança da cidade. Organizamos a equipe de acordo com seu local de votação para que todos os guardas possam votar com tranquilidade. A guarnição estará nas ruas durante toda a votação”, destacou o comandante da Guarda Civil, Jeferson Calomeni.

Já no sábado (27.10), os deslocamentos das urnas para pontos de votação serão escoltados por agentes para locais como Sargento Boening, Praça Pasteur, Cel. Veiga, Independência, Dr. Thouzet e São Sebastião.

No domingo (28.10), os guardas vão ficar na entrada em alguns dos maiores locais de votação no município: Petropolitano (Valparaíso), Colégio Estadual Rui Barbosa (Alto da Serra), Cenip (Centro), Escola Paroquial Nossa Senhora da Glória (Morin), Ciep Cecília Meirelles (Corrêas) e Ciep Cândido Portinari (Itaipava). Na UCP (Relógio das Flores) e no próprio Cartório Eleitoral, na Av. Ipiranga, também ficarão baseados guardas na parte da tarde – no último local, o serviço começa às 16h45, 15 minutos antes do encerramento do horário da votação, até o término da contagem dos votos.

Para o trânsito, serão deslocados agentes para locais como Mosela, Bairro Castrioto, Quitandinha (Dr. Thouzet, Cel. Veiga e General Rondon), Praça Pasteur e Itamarati.