Foto: Divulgação/Nova Friburgo

Grupos de trabalho e acompanhamento do TAC da Praça Getúlio Vargas discutem propostas de manejo e paisagismo

O encontro aconteceu no Centro Administrativo César Guinle e teve o objetivo de propor um projeto com intervenções de execução imediata para a Praça, trazendo melhorias no paisagismo e que também cumprindo as determinações do TAC.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Na última semana, foi realizada uma reunião entre o grupo de trabalho instituído para execução do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) de recuperação da Praça Getúlio Vargas e o grupo de acompanhamento, formado por representantes da sociedade civil. O encontro aconteceu no Centro Administrativo César Guinle e teve o objetivo de propor um projeto com intervenções de execução imediata para a Praça, trazendo melhorias no paisagismo e que também cumprindo as determinações do TAC.

A proposta apresentada pelo presidente do GT, Luiz Fernando Dutra Folly, traz alguns pontos que contempla ações viáveis e executáveis pela Prefeitura diante do cenário atual de pandemia, visando a devolução da Praça Getúlio Vargas para uso integral e seguro da população. Ente eles, a substituição do projeto de obra descrito no TAC por um plano de manejo e paisagismo, que cuidará da saúde dos indivíduos arbóreos, eucaliptos e demais espécies ornamentais, além da troca e manutenção do mobiliário urbano (bancos, iluminação e lixeiras). Em complemento, será criada uma cartilha técnica com formas de tratamento, manutenção, adubação para manejo das árvores da Praça, dando um norte para futuras administrações. 

Os demais itens do plano implicam no cancelamento da prospecção arqueológica, permanecendo o monitoramento arqueológico obrigatório durante a destoca dos tocos mortos e replantio das mudas de eucaliptos. Com relação a Educação Patrimonial, o grupo de trabalho propôs ainda a instalação de pontos com informações sobre a Praça. Na reunião, dois métodos para o procedimento de destoca foram expostos para que seja definido o mais adequado às necessidades locais. 

Se as novas propostas discutidas forem aceitas, será elaborado um documento, formalizado em nome dos dois grupos, para apresentação ao prefeito e ao Ministério Público Federal. Estiveram presentes nesse encontro, o presidente da OAB Nova Friburgo Alexandre Valença, o representante do Grupo SOS Praça André Campbell, o representante da Câmara de Dirigentes Logistas Braulio Rezende, representante da Acianf Fernando Cavalcanti, representante da feira de artesanato da Praça Gustavo Domingos Moreira, representante do vereador José Carlos Schuabb (Comissão de Cultura e Patrimônio Histórico) Matheus Mozer.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.