Grupo de Trabalho visita a Serra para acompanhar ações anunciadas no Governo Presente

As Casas do Trabalhador já atenderam mais de 3,4 mil moradores de Nova Friburgo e Petrópolis.

Um mês após a transferência da sede do Governo do Estado para a Serra, que marcou os 10 anos da tragédia causada pelas chuvas na região, o governador em exercício Cláudio Castro determinou que um grupo de trabalho acompanhe as ações anunciadas durante o programa Governo Presente em Nova Friburgo, Teresópolis, Areal e Petrópolis. Nos últimos 30 dias, diversas ações avançaram, como a recuperação de encostas, pagamento de aluguel social para vítimas da tragédia, início de atendimento a desempregados nas Casas do Trabalhador, limpeza de rios e córregos e inauguração do Polo Cederj, de ensino superior a distância.

Nesta quinta-feira (11), a equipe – formada por técnicos de pastas e órgãos estaduais – e o secretários de Infraestrutura e Obras, Bruno Kazuhiro, vistoriam intervenções e lançam a duplicação da ponte de Barra do Imbuí, em Teresópolis. Com investimento de R$ 2,1 milhões, as obras vão melhorar o acesso ao bairro Caleme. Na cidade, o Estado vai anunciar ainda a demolição de sete imóveis ao longo do Rio Príncipe para intervenções ambientais. Outras oito unidades habitacionais já foram demolidas.

Também nesta quinta-feira, o Governo do Estado inaugura um Polo Cederj em Teresópolis, no campus da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), no bairro Várzea. A unidade vai oferecer os cursos de Geografia e de Pedagogia a partir do próximo dia 20. Além do 35º polo do estado, os moradores da cidade poderão contar com uma escola da Rede Ceja (Centro de Educação de Jovens e Adultos) e do Pré-Vestibular Social.

– Determinei por meio de decreto a criação de um grupo de trabalho para que possamos acompanhar de perto todas as obras, melhorias e ações que anunciamos e lançamos na Região Serrana. Esse é um trabalho de transparência, de prestação de contas para a população. No total, vamos investir mais de R$ 500 milhões nas cidades. O Governo Presente será permanente nesta gestão. É uma importante iniciativa, que nos aproxima dos municípios e das demandas de cada região. Vamos ampliar o projeto e estaremos na Baixada Fluminense nas próximas semanas – anunciou o governador em exercício.

Andamento das ações nas cidades


Ambiente

O programa Limpa Rio, que vai retirar cerca de 118 mil metros cúbicos de sedimentos de rios de Nova Friburgo e Teresópolis para destinação ambiental, já concluiu 50% dos serviços. Já foram retirados 54 milhões (ou 54 mil metros cúbicos) de litros de detritos, que equivalem a mais de 21 piscinas olímpicas. Em Teresópolis, três rios recebem a limpeza: Paquequer, Príncipe e Córrego Imbuí. Em Friburgo, o serviço acontece no Córrego Dantas. Estão sendo investidos R$ 4 milhões na iniciativa.

No Córrego Dantas e no Rio Bengalas, também foram iniciados trabalhos de recuperação ambiental, com desassoreamento, canalização e contenção de terrenos inclinados na beira dos rios.

Infraestrutura

As contenções de encostas também avançaram. Em Teresópolis, as obras no bairro Salaco têm previsão de entrega para o fim deste ano, assim como as de Rui Sanglard e Jardim Califórnia, no município de Friburgo. Já as melhorias no Jardim Féo estão previstas para serem licitadas nos próximos seis meses. A drenagem e contenção em Jardinlândia devem ser iniciadas ainda este semestre. No total, serão dez intervenções, com investimentos de cerca de R$ 135 milhões.

Na cidade de Areal, estão em andamento os projetos para concluir e entregar o Conjunto Habitacional Granja Disco, que tem 153 casas populares. O pacote de obras inclui as construções da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) e do reservatório de água, além do acesso viário de 800 metros entre o condomínio e a rodovia. Todo o processo de licitação será iniciado até o fim deste mês e concluído até maio. A entrega do conjunto está prevista para 2022.

Ainda este mês, o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) realiza parceria com todos os municípios fluminenses para revitalizar cerca de 1.100 quilômetros de estradas. Entre as rodovias contempladas está a RJ-134, no trecho de Pedro do Rio e Posse, em Petrópolis, que conta com R$ 21,7 milhões em investimentos.

Assistência

Atualmente, a Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos realiza os pagamentos do aluguel social para mais de 820 famílias na Serra. Durante todo o ano, serão realizados encontros com as prefeituras para a criação de um Plano de Ação Municipal com ações de prevenção e atendimento nas situações de calamidade e emergência.

Trabalho e renda

As Casas do Trabalhador já atenderam mais de 3,4 mil moradores de Nova Friburgo e Petrópolis. Apenas em Friburgo, foram realizados 2,1 mil atendimentos, que incluem intermediação de mão de obra, orientação sobre currículo, emissão de carteira de trabalho e auxílio para solicitação de seguro-desemprego.

Agricultura

Os agricultores familiares também estão sendo beneficiados pelo Governo do Estado com o Agrofundo Emergencial. A linha de crédito voltada aos produtores do setor de floricultura contemplou 125 projetos em todo o estado, sendo 97 somente na Serra.

Além disso, desde o lançamento do selo Pet Friendly na Serra, mais de 35 hotéis da região que autorizam a entrada e permanência de animais de estimação ganharam o certificado. Este mês, a expectativa é que sejam entregues selos para comércio, bares e restaurantes. A certificação é uma parceria do Estado com a Fecomércio-RJ, Abrasel-RJ e SindRio.

Demolição de prédio símbolo da tragédia

Marco da tragédia causada pelas chuvas há dez anos, um prédio no bairro Posse foi demolido. Já está sendo realizada a limpeza no terreno, onde será construído um reservatório para as águas das chuvas.

FONTE E FOTO: Assessoria do Governo do Estado do Rio de Janeiro

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também