Foto: Divulgação/ASCOM

Governo municipal, entidades e sociedade civil se unem para criação da campanha Petrópolis Segura

A ideia é que a campanha envolva diferentes situações, desde motos barulhentas a comércio irregular e exploração do trabalho infantil.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O prefeito interino Hingo Hammes se reuniu, na manhã desta quinta-feira (19), com representantes da Câmara dos Dirigentes Lojistas – CDL, Sicomercio e Conselho Comunitário de Segurança, para dar o primeiro passo para a elaboração da campanha “Petrópolis Segura”, de conscientização e orientação a população, sobre a importância do envolvimento de todos na segurança da cidade.


A ideia é que a campanha envolva diferentes situações, desde motos barulhentas a comércio irregular e exploração do trabalho infantil. “Essa integração entre o governo e entidades e sociedade civil é fundamental para que o objetivo, que é uma Petrópolis mais segura, seja alcançado”, disse Hingo Hammes. A criação de um grupamento especifico unindo a Guarda Civil, fiscais de Posturas e Polícia Militar foi anunciada pelo prefeito.


A secretária de Serviços, Segurança e Ordem Pública, Karina Bronzo e a coordenadora Especial de Articulação Institucional, Fernanda Ferreira, também participaram do encontro. Na reunião, Cláudio Mohammad, presidente da CDL, destacou a questão do comércio informal no município. “Contamos com o poder executivo para que seja possível conciliar a economia informal, atendendo a classe empresarial e buscando a solução para atender a demanda da categoria que se encontra com alto índice de desemprego”, disse.


Para Alvanei Abi Daoud, que representou o Sindicato do Comércio Varejista de Petrópolis (Sicomércio), a união de forças do poder público e da sociedade civil vai permitir mais segurança para os petropolitanos no dia a dia. “Estamos alinhando a utilização em conjunto das câmeras de segurança dos empresários e lojistas do Centro com o CIMOP. Essa integração busca uma Petrópolis segura”, disse.


À tarde, como desdobramento desse encontro, a secretária de Serviços, Segurança e Ordem Pública, Karina Bronzo, o chefe de Fiscalização de Posturas, Hailton Lima, e o superintende adjunto da Guarda Civil Municipal, Edgar Theobald, se reuniram com o comandante do 26º Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel Augusto Valentim.

A reunião serviu para alinhar as ações integradas entre as instituições nas fiscalizações nas ações de ordenamento urbano, inclusive, como as de Choque de Ordem realizadas às sexta-feiras no centro e nos distritos, bem como nas ações de fiscalização do cumprimento do código de posturas, do comércio ambulante e do cumprimento das regras de saúde pública pelos estabelecimentos no contexto da pandemia.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.