O Governo Federal disponibilizou 300 chips de celulares para que sejam distribuídos entre as famílias atingidas pela tragédia. Estes chips terão 300 minutos de crédito (voz e dados) que poderão ser utilizados para facilitar a comunicação com parentes e com os órgãos que atuam nas buscas das vítimas.

Cada família terá direito a um chip de celular que será disponibilizado mediante comprovação de vinculo com a vítima desaparecida.