Governo federal utilizou 39% dos R$ 404 bilhões liberados para o combate à pandemia

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O deputado federal Vinícius Farah está acompanhando a evolução dos gastos do governo federal no enfrentamento à Covid-19, um total de R$ 404 bilhões.  São verbas repassadas a estados e municípios para aumentar a cobertura da rede de saúde do SUS e ainda ajudar trabalhadores, empresas e governos.

Para Petrópolis são R$ 38,4 milhões a serem aportados na gestão municipal. Uma primeira etapa de R$ 9,8 milhões já foi transferida em abril e a primeira de quatro parcelas de R$ 7 milhões também já entrou nas contas da prefeitura em maio. Do total dos R$ 60 bilhões autorizados para o auxílio financeiro a estados e municípios, foram liberados R$ 15 bilhões.

O deputado acompanha ainda a transferência de R$ 1 milhão para o Hospital Santa Teresa, instituição filantrópica que mantém sete leitos de UTI, pelo SUS, exclusivos para pacientes da Covid-19 e ainda a remessa de R$ 600 mil para a compra de 2,4 mil testes para detecção do coronavírus pela prefeitura. Especificamente para a área da Saúde, o governo federal já liberou R$ 11,2 bilhões.

“É importante que o parlamentar de cada região acompanhe o recebimento e emprego das verbas e intervenha para ajudar mais as cidades na organização e execução de ações de enfrentamento à pandemia. São recursos fundamentais, principalmente para as prefeituras, além de entes como os hospitais filantrópicos e outras instituições que também recebem aportes neste momento para ampliação de atendimento”, pondera Vinicius Farah.

As despesas pagas até a última sexta-feira (12) pelo governo federal somam R$ 156,8 bilhões. O maior gasto autorizado até agora é com auxílio emergencial de R$ 600 para os trabalhadores informais, desempregados e famílias de baixa renda. Foram disponibilizados R$ 152,6 bilhões, dos quais metade dos recursos (R$ 77 bilhões) foram efetivamente pagos até agora.

Depois do auxílio emergencial, a maior despesa é com a linha de crédito criada para financiar a folha salarial de pequenas e médias empresas. Dos R$ 34 bilhões disponibilizados, a metade foi executada.

 

Emendas parlamentares somam mais R$ 10,4 milhões

para reforçar o custeio da saúde básica em Petrópolis

 

E em emendas parlamentares, específicas para a Saúde, destinadas pelo deputado Vinícius Farah, em 12 meses Petrópolis recebeu R$ 10,4 milhões.  As verbas foram destinadas para a rede de atenção à saúde básica da cidade. O último aporte, de R$ 6,4 milhões, foi depositado nas contas da prefeitura em janeiro.

“São verbas que chegaram antes da pandemia e que ajudam no custeio da estrutura já existente e também ampliação de atendimento. Estes recursos são importantes para a melhor estruturação. Petrópolis tem hoje 220 mil petropolitanos, que representam 73% da população, que dependem do SUS”, afirma Vinícius Farah.

 

Somente em atenção básica e assistência social para municípios da região serrana, Vinícius Farah destinou R$ 24 milhões em emendas parlamentares nos últimos meses. Areal, Sapucaia, Três Rios, Paraíba do Sul e Levy Gasparian, além de Petrópolis, receberam recursos.

 

 

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.