A Caixa Econômica Federal anunciou na última sexta-feira (16) que vai liberar R$ 8 milhões para as escolas de samba do Rio de Janeiro.

Os recursos virão via Lei Rouanet, que permite abater do valor do imposto de renda parte dos investimentos em cultura. Os detalhes sobre o repasse dos recursos serão divulgados no próximo dia 24. Em julho, o presidente Michel Temer havia se comprometido a investir até R$ 13 milhões na festa.

Enquanto isso a prefeitura vai liberar, no dia 25, três, das cinco parcelas (relativas aos meses de julho, agosto e setembro) dos R$ 13 milhões de subvenção que a gestão do prefeito Marcelo Crivella vai investir nos desfiles do Grupo Especial 2018.

Nessa data, cada uma das escolas receberá R$ 675 mil para sequência de seus projetos de Carnaval. A informação foi dada pelo presidente da Liga Independente das Escolas de Samba, Jorge Luiz Castanheira. Com isso, faltarão quitar duas parcelas, de R$ 225 mil (de outubro) e R$ 100 mil (de novembro). A Riotur ainda busca parceiros privados que invistam pelo menos mais R$ 500 mil por escola.