Evento de Lançamento da Casa do Consumidor realizado no dia 31/03/2022 - Foto: Ernesto Carriço / Governo do Estado do RJ

Governo do RJ conclui primeiro plano estratégico de desenvolvimento econômico do estado para os próximos quatro anos

Documento inclui análise dos cenários econômicos do estado até 2040
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O primeiro plano estratégico de desenvolvimento econômico do Estado do Rio de Janeiro foi entregue nesta sexta-feira (01) ao governador Cláudio Castro pelo secretário de Desenvolvimento Econômico, Energia e Relações Internacionais, Vinicius Farah.  O documento inclui uma análise dos cenários econômicos do estado até 2040, realizada para subsidiar o plano, as premissas para atuação da Secretaria de Desenvolvimento Econômico no longo prazo, a visão de futuro até 2030, e uma agenda estratégica para o período 2022-2026.

– Este é um marco histórico para o Rio de Janeiro porque o estado nunca contou com um plano de ações estratégicas de desenvolvimento econômico e agora se planeja para o futuro. O plano que acaba de ser concluído materializa o cumprimento de um dos principais objetivos da nossa gestão, que é apresentar resultados concretos e promover mudanças positivas, que beneficiem a sociedade fluminense – afirma o governador Cláudio Castro.

O plano considera que a dinâmica econômica fluminense é baseada nos setores de óleo e gás, metalmecânica, logística e serviços. As iniciativas estratégicas sugeridas passam pelas áreas de logística, infraestrutura econômica, inovação e serviços tecnológicos, e sustentabilidade ambiental. A elaboração do documento foi iniciada há dez meses e envolveu a participação direta de mais de 60 profissionais da secretaria e instituições vinculadas – AgeRio, Jucerja, Codin, Agenersa, Agetransp e DRM – além de prefeituras, parceiros estratégicos, classes empresariais e representantes da sociedade civil, com apoio da Fundação São Francisco de Assis e  da UFRJ.

– O plano espelha a visão de futuro, os valores e padrões de governança do desenvolvimento, idealizados pelo governador Cláudio Castro. A visão de futuro do plano é de longo prazo, ultrapassa o escopo de um só período de governo. Estamos pensando no futuro, mas agindo no tempo presente, em benefício da população do estado – explica o secretário de Desenvolvimento Econômico, Vinicius Farah.

Dentre as iniciativas estratégicas sugeridas no plano estão a elaboração do Mapa Estratégico de Desenvolvimento Econômico Regional, a criação do Programa Estadual de Qualificação e Capacitação Regional, projetos de linhas de financiamento específicas para atendimento dos mais diversos segmentos empresariais, a realização de Encontros de Desenvolvimento Econômico Regional, Rodadas de Negócios, articulação para simplificação tributária, um programa de fomento e recuperação de distritos industriais. Também fazem parte do plano a criação das agências Resolve RJ, incentivo a indústrias de baixo carbono, regulação de eólicas offshore, estudos para criação do Complexo Pesqueiro, do Centro de Petróleo e Gás, e ainda de distritos tecnológicos.

Algumas dessas ações já estão em pleno andamento, como o Guia Desenvolve RJ, entregue aos 92 municípios do estado, a criação das agências do Resolve RJ, os Encontros de Desenvolvimento Econômico Regional e as Rodadas de Negócios do Compra RJ, que vêm sendo realizados com frequência nas oito regiões do estado.

– Além disso, entregaremos, ainda neste semestre, uma sala de situação para acompanhamento e gestão dos projetos, um Observatório de Informações macroeconômicas e uma plataforma de engajamento dos mais diversos agentes de desenvolvimento econômico. Tudo isso dotará o Governo do Estado e a secretaria de ferramentas que irão acelerar o desenvolvimento da economia do estado nos próximos anos – conclui o secretário Vinicius Farah.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.