© Reuters/Michael Weber/Imago Imagens/Direitos reservados

Governo do Rio sanciona lei que prevê multa de até R$ 37 mil para quem furar fila da vacina contra Covid-19

Agente público que colaborar para isso também pode ter que pagar o valor.

Cláudio Castro (PSC), governador do Rio de Janeiro, sancionou uma lei que prevê multas entre R$ 3,7 mil a R$ 37 mil para quem furar a fila de vacinação e também para o agente público que contribuir para isso.

O projeto de lei já tinha sido aprovado pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) e foi publicado nesta quarta-feira (24).

De acordo com a lei, o agente público vai responder também a um Processo Administrativo Disciplinar e pode ser afastado do cargo. A punição também poderá ser feita ao supervisor hierárquico, caso fique comprovada ordem ou consentimento dele.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também

Petrópolis recebe vacinas CoronaVac e Oxford/Astrazeneca do Governo Estadual

As doses de CoronaVac são destinadas à aplicação da segunda dose do esquema vacinal pendente. O lote de Oxford/AstraZeneca também deve ser usado exclusivamente para segundas doses, mas direcionadas ao grupo de pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência permanente e outras pendências de segundas doses para essa vacina.