Governo do Estado oficializa reabertura das escolas, mas Petrópolis não adere e mantém fechamento

O decreto estadual estabelece normas para a retomada das aulas presenciais, tanto no ensino privado (com previsão a partir de 14/9) como na rede estadual, incluindo universidades (previsão para 5/10).

O Governo do RJ publicou nesta quarta-feira (19), em edição extra do Diário Oficial, um novo decreto de flexibilização das medidas contra a Covid-19.

O decreto estabelece normas para a retomada das aulas presenciais, tanto no ensino privado (com previsão a partir de 14/9) como na rede estadual, incluindo universidades (previsão para 5/10).

O governo autoriza também, já a partir desta quinta-feira (20), o funcionamento e a reabertura de estabelecimentos culturais nas regiões onde é considerado baixo o risco de contaminação – da Baía da Ilha Grande, Baixada Litorânea, Metropolitana I, Metropolitana II, Noroeste, Norte e Serrana (bandeira amarela).

No entanto, o estabelecido pelo governo tem caráter de recomendação, ou seja, o estado reforçou que “os municípios têm autonomia para manter suas determinações e regras”.

O prefeito de Petrópolis, Bernardo Rossi, se manifestou nesta quinta-feira (20) a respeito da decisão do governo estadual. Segundo ele, Petrópolis não vai aderir a reabertura das escolas das redes pública e privada.

Nosso município não tem previsão para o retorno das atividades escolares dentro das unidades de ensino”, disse o prefeito.

Quero lembrar que desde o início da pandemia, cada município tem autonomia para determinar e regulamentar medidas de enfrentamento à COVID-19. A suspensão das aulas aqui na nossa cidade é válida para escolas públicas e privadas, nosso decreto continua valendo”, complementou Bernardo Rossi.

Gostaria de iniciar esta quinta-feira tranquilizando os pais dos alunos das redes pública e privada de ensino de…

Posted by Bernardo Rossi on Thursday, August 20, 2020
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também