Governo do Estado lança programa de adoção de animais em parceria com Federação de Futebol

‘CarioCão’ será lançado no Fla x Flu deste domingo, com animais entrando em campo com jogadores
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O primeiro clássico do campeonato carioca de futebol será palco para o lançamento do projeto ‘CarioCão’, uma parceria entre o Governo do Estado e da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) para estimular a adoção de animais. Durante o Fla x Flu deste domingo (14/3), os jogadores entrarão em campo com animais abandonados que foram resgatados por ONGs do Rio de Janeiro. Ações semelhantes serão realizadas ao longo da competição.

A iniciativa foi idealizada pela Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento, responsável pelas políticas de Proteção e Bem-Estar Animal (RJPET), que tem registrado um aumento do número de animais abandonados durante a pandemia. Para a estreia do projeto foram escalados Nando para entrar com o time do Flamengo e Botinha com a equipe tricolor.

– Acreditamos que o futebol pode ser um grande mobilizador para incentivar as adoções de animais e, assim, desafogar as ONGs – disse o governador em exercício Cláudio Castro, que destacou a parceria com a Ferj.

Segundo o secretário de Agricultura, Marcelo Queiroz, o principal objetivo da campanha é conscientizar a população em relação à importância de adotar um amigo de quatro patas.

– Levar a campanha e os animais ao gramado do Maracanã no Fla x Flu é um acontecimento inédito, que só foi possível após parceria com a federação, que imediatamente apoiou a ideia. Esperamos que muitos pets ganhem novos lares após o lançamento da campanha ‘CarioCão’ – afirmou o secretário.

 As políticas de proteção e bem-estar animal têm recebido uma atenção especial do governo, que trabalha para tornar o Estado do Rio de Janeiro uma referência na área.

– Já criamos o selo Amigo dos Animais / Pet Friendly, que ajuda donos de animais a encontrar estabelecimentos, como hotéis, bares, restaurantes e comércio, que os recebam com seus pets. Publicamos um decreto que proíbe corridas de cachorros, como forma de evitar maus-tratos, e promulgamos uma lei que proíbe a comercialização de coleiras de choque – enumerou Cláudio Castro.

Para o presidente da Ferj, Rubens Lopes, a parceria com o governo será um sucesso e o futebol carioca ganhará ainda mais destaque com ações como essas.

– Todos os jogos são transmitidos por rádios, internet e TV. Dessa forma, o recado será dado a milhares de torcedores em todo o estado – explica Rubens Lopes.

A Secretaria de Estado de Esportes também elogiou a ideia.

– Amigo a gente não compra, né? Amigo se adota. É um golaço esta parceria entre o Governo do Estado e a federação de futebol – celebra o secretário Leandro Alves.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.