Foto: Divulgação/Governo do Estado do Rio de Janeiro

Governo do Estado inicia as ações para as primeiras obras emergenciais em Petrópolis

Retiramos quase 60 mil toneladas de resíduos na grande força-tarefa que o governador montou com a participação de diversas secretarias desde o dia 15.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Após concentrar os esforços nos socorros às vítimas e na limpeza e desobstrução de vias, o Governo do Estado, através da Secretaria de Infraestrutura e Obras (Seinfra), realizou, nesta semana, as sondagens e topografia de sete pontos que receberão as primeiras obras emergenciais em Petrópolis. O governador Cláudio Castro já liberou R$ 150 milhões para as intervenções que estão em andamento nos bairros Valparaiso, Castelânea, Morin e Centro.
–  Retiramos quase 60 mil toneladas de resíduos na grande força-tarefa que o governador montou com a participação de diversas secretarias desde o dia 15. Estamos trabalhando duro para reconstruir o que foi destruído nas chuvas e para dar mais segurança aos moradores dessas áreas que serão beneficiadas com obras de contenção de encostas, recuperação da margem de canal e vias, entre outras, frisou o secretário de Infraestrutura e Obras, Max Lemos.
Na Avenida Washington Luiz, em Valparaíso, próximo da antiga fábrica de tecidos, haverá a reconstrução dos muros de contenção do Rio Quitandinha nos trechos que sofreram erosão nas margens, recuperação dos muros de pedra remanescentes, reconstrução da canalização e recomposição do pavimento e guarda-corpo entre as ruas Rocha Cardoso e Doutor Nelson Rocha de Sá Earp. 
Já na Rua Teresa, as obras consistem na contenção, retaludamento e revegetação da encosta, além da recuperação da rede de drenagem.  Os mesmos serviços serão realizados nas ruas 24 de Maio e Nova, no Centro.  As rochas soltas serão removidas e será feita a fixação do maciço rochoso que ficou exposto, através de chumbamento e envelopamento com telas de aço.
Na Avenida Getúlio Vargas, esquina com Rua Lopes de Castro, serão feitas obras de contenção de encostas, a recuperação da cobertura vegetal do morro e drenagem das ruas. Já na Rua Conde D´Eu, no bairro Castelânea, acontecerão obras de contenção de encostas, retaludamento e revegetação da encosta, além da recuperação da rede de drenagem. Já na Rua Pedro Ivo, no bairro Morim, as intervenções têm como foco a recuperação da calçada e parte da via, que deslizou com o impacto das chuvas. Serão feitas obras de contenção de encostas, recuperação da encosta e recuperação da drenagem.
– Este primeiro trabalho foi essencial para avaliar as condições do solo e definir os tipos de intervenções necessárias para minimizar os impactos das fortes chuvas na região.  Depois de retirar lixos e entulhos das ruas e ajudar na limpeza de vários locais, agora o momento é de trabalhar para evitar novas tragédias e possibilitar o recomeço com segurança e tranquilidade para a população”, ressaltou  Lemos.

Mais mobilidade
Outra intervenção que está prestes a sair do papel é a alteração viária com implantação de mão-dupla na BR- 040, no trecho do KM-81, sentido Juiz de Fora-MG,  ligando de forma mais célere os bairros Bingen e Quitandinha, dois grandes centros urbanos do município. O Governo do Estado irá financiar 100% dos custos operacionais para os testes iniciais e a previsão é de que a mudança provisória aconteça nos próximos dias.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.