O Governo do Estado do Ceará iniciou neste domingo (6), a transferência de detentos identificados como chefes de facções criminosas. Eles estão sendo transferidos para presídios federais. São no total 60 vagas disponíveis em todo o país.

Um dos líderes envolvidos nos ataques realizados durante a semana na capital Fortaleza e em outros municípios do interior do estado, já foi transferido. Há previsão de novas transferência, de mais 20 presos, nas próximas horas.

As transferências ocorrerão de acordo com a logística dos voos que irão fazer o transporte dos detentos.

Crédito da foto: Reprodução/TV Morena