Governo de SP libera R$ 50,4 milhões para municípios turísticos

Recursos fazem parte de programa de melhoria e chegarão a todas as regiões administrativas do Estado
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O Governador João Doria autorizou nesta terça-feira (25) a assinatura de convênios com 140 Municípios de Interesse Turístico (MITs) no valor de R$ 50,4 milhões. Os recursos serão utilizados para obras e melhorias de infraestrutura das cidades.

“Hoje estamos iniciando esse processo numa retomada muito importante dos valores do turismo, confiantes que gradualmente poderemos retomar as atividades econômicas de forma segura, respeitando os protocolos, a vida e a saúde. É fundamental termos sempre o sentimento de que sem pessoas, não há economia”, afirmou o Governador.

Com a autorização, a Secretaria de Turismo e Viagens, por meio do Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos  (Dadetur), formalizará os convênios e dará início ao processo de liberação dos recursos. A novidade é que a partir deste ano toda a tramitação de documentos será digital, pelo SP Sem Papel.

“É um dia histórico para o turismo de São Paulo e do Brasil. É um marco da retomada, em um governo que desde o primeiro dia manifestou a clara intenção de colocar o turismo no centro da estratégia do desenvolvimento do Estado”, disse Vinicius Lummertz, secretário de Turismo e Viagens.

A criação dos MITs tem como objetivo ampliar e qualificar a oferta turística do Estado. Com exceção das 70 estâncias, que têm um regime próprio e consolidado por décadas, todos os demais 575 municípios paulista estão aptos a se tornarem MITs, respeitado o limite atual de 140 vagas. Para tanto, devem preencher alguns critérios como potencial turístico, ter um Conselho Municipal de Turismo, serviço médico emergencial, infraestrutura básica, plano diretor de turismo e atrativos turísticos reconhecidos.

O presidente da Associação dos Municípios de Interesse Turístico do Estado de São Paulo, Murilo Pinheiro Ramos realçou a importância do encontro. “Os MITs foram criados em 2015 e desde então esta é a primeira vez que nos reunimos no Palácio dos Bandeirantes, o que, mais que os valores de repasse, demonstra a importância que o turismo tem hoje no Estado”.

Os MITs estão distribuídos pelas 16 regiões administrativas do Estado e, com as 70 cidades classificadas estâncias, compõem uma oferta turística variada e descentralizada, que abrange 1/3 dos municípios paulistas.

No ano passado, para que as 210 cidades turísticas do Estado – 70 estâncias e 140 MITS – estivessem mais bem preparadas para a retomada das viagens no pós-pandemia, foram repassados R$ 223,3 milhões, com foco na continuação e conclusão das obras em andamento. O mesmo princípio vem sendo adotado em 2021, quando devem ser entregues mais de cem obras.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.