Governador veda nomeação de comissionados que praticaram violência contra mulher

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Lei sancionada reforça compromisso de Wilson Witzel com a luta em defesa de direitos

O governador Wilson Witzel sancionou lei que veda a nomeação de funcionários comissionados, na administração pública direta e indireta, bem como em todos os Poderes do Estado do Rio de Janeiro, que foram condenados nas condições previstas pela Lei Maria da Penha (Lei nº 11.340). Estão sujeitos à medida os condenados em decisão transitada em julgado, até o cumprimento da pena, conforme o texto da nova legislação, publicado nesta quinta-feira (7/3).

– A iniciativa de proibir que condenados pela Lei Maria da Penha assumam cargos comissionados em nosso governo demonstra claramente o respeito às mulheres e a preocupação em respaldar todas as ações em prol da segurança da mulher. Essa iniciativa representa um marco para o Estado do Rio de Janeiro e deveria servir de exemplo para todo o país. Estamos em um momento de transformação e o respeito à vida das mulheres é de fato priorizar a nossa segurança – disse a secretária de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Fabiana Bentes.

RJ: 4.333 mulheres agredidas só em janeiro

Só em janeiro deste ano, 4.333 mulheres foram agredidas no Estado do Rio de Janeiro, ou cerca de 140 por dia, segundo dados do Instituto de Segurança Pública (ISP). No mesmo período deste ano, 4.056 mulheres foram ameaçadas e 83 assediadas sexualmente. As informações fornecidas pelo ISP têm como base os Registros de Ocorrência feitos pela Polícia Civil.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.