Governador Cláudio Castro lança Bolsa Atleta RJ

Serão investidos cerca de R$ 6,3 milhões com foco na formação da base esportista fluminense.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

De olho nos próximos ciclos olímpicos, o governador Cláudio Castro lançou, nesta quinta-feira (09/12), o programa Bolsa Atleta RJ. A iniciativa, realizada por meio da Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude, prevê um benefício que varia entre R$ 500 e R$ 5.000 para 600 atletas e paratletas de todo o Rio de Janeiro. O investimento previsto para 2022 é de R$ 6,3 milhões.

– A pandemia atingiu todos nós e, nesta lista, estão atletas e paratletas. Essa paralisação dos treinamentos e competições foi um prejuízo enorme para os esportistas do estado. Neste momento de retomada, é preciso olhar também para este segmento. Vemos o esporte por meio de duas vertentes: a da profissionalização, porque é possível, sim, que atletas e paratletas sigam este caminho, e da transformação social que o esporte promove na vida do cidadão. A Bolsa Atleta RJ é plural e será destinada, da mesma forma, para os atletas olímpicos e paralímpicos – disse o governador Cláudio Castro.

Ao todo, são cinco categorias para atletas e paratletas – Olímpica & Paralímpica, Internacional A, Internacional B, Nacional A e Nacional B. O diferencial do programa é que 85% das bolsas serão destinadas para atletas e paratletas da base. Isso representa 58% dos recursos destinados para fomentar uma nova geração de esportistas. Os demais 42% dos recursos serão destinados para atletas do alto rendimento (15% das bolsas).

Critérios

Além dos jovens atletas, estão aptos a receber a Bolsa Atleta praticantes de surfe e esportes de alto rendimento de todas as modalidades, desde que filiados a uma federação estadual, associação nacional, confederação nacional ou pelos comitês olímpico e paralímpico brasileiro.

– Após dez anos de existência da lei que instituiu o Bolsa Atleta, nossa gestão regulamenta e a tira do papel. É uma vitória do esporte fluminense. Não se trata somente da destinação de um auxílio financeiro, mas oferecer condições para que atletas e paratletas sigam na carreira esportiva – comentou o secretário de Esporte, Lazer e Juventude, Gutemberg Fonseca.

Caso o atleta ou paratleta já tenha algum tipo de benefício – público ou privado – a concessão do auxílio estadual será de 80% do valor destinado à respectiva categoria.

Edital e inscrições

As inscrições poderão ser feitas a partir da publicação do edital, previsto para daqui a 15 dias, com isonomia na distribuição dos benefícios entre atletas e paratletas. Essa distribuição democratiza cada vez mais o acesso ao esporte, tornando possível que todos os tipos de pessoas possam se dedicar aos seus talentos.

Campeã mundial de MMA – categoria mosca – Juliana Velasquez afirmou que o Bolsa Atleta RJ chega em boa hora.

– Após este momento de crise da Covid-19, onde o esporte foi muito afetado, este benefício é oportuno. Não somente para manter os atletas de alta performance, quanto para dar um incentivo para quem está no início da profissão. É fundamental o apoio do Governo do Estado neste período de retomada – ressaltou a lutadora.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.