Golpistas clonam WhatsApp e fazem vítimas usando a Covid-19 como isca

Um levantamento mostrou que aproximadamente 12 mil brasileiros são afetados por dia em golpes de clonagem.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Um novo golpe para clonagem de WhatsApp vem fazendo vítimas em meio a pandemia. De acordo com relatos, o golpista diz ser funcionário do Ministério da Saúde e que está realizando uma pesquisa sobre a Covid-19. Após fazer as perguntas, o homem diz que vai mandar um protocolo com link por SMS e que ao clicar, a pessoa terá acesso a um exame PCR no posto de saúde mais próximo de casa. Ao acessar o link, o WhatsApp da vítima é clonado.

Um levantamento feito este ano mostrou que aproximadamente 12 mil brasileiros são afetados por dia por diversos golpes de clonagem do WhatsApp.  A média foi registrada após especialistas mapearem 337,3 mil casos em agosto deste ano.

Existem algumas maneiras de evitar golpes por WhatsApp e minimizar os riscos de ser uma vítima. É importante não fornecer dados e senhas, não clicar em links, não preencher formulários e usar antivírus no computador, tablet e smartphone.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.