A Velha Guarda da Mangueira homenageia o sambista Geraldo Pereira, que completaria 100 anos em 2018, e comemora o Dia Nacional do Samba. O evento será realizado no próximo dia 7 de novembro, a partir das 20h, no tradicional Theatro D. Pedro, localizado na Praça Expedicionários, no Centro de petrópolis.

Com criação e direção do jornalista, ator e diretor Haroldo Costa, embaixador cultural do Rio de Janeiro, o projeto “A Luz do Escurinho Geraldo Pereira” homenageia o centenário do sambista e compositor Geraldo Teodoro Pereira, mineiro de Juiz de Fora que incorporou como poucos o jeito carioca. A apresentação também remete ao Dia Nacional do Samba, celebrado anualmente em 2 de dezembro.

O show é comandado pela Velha Guarda da Mangueira, escola do coração de Geraldo. Muitos integrantes do grupo conviveram com o artista homenageado e ouviram muitas de suas histórias e sambas em primeira mão.

Geraldo, que exalava talento e era intimamente ligado às noites do Rio de Janeiro, é responsável por uma obra admirável no mundo do samba. No show, a Velha Guarda da Mangueira passeia por sucessos como “Acertei no milhar” (com Wilson Batista), “Bolinha de papel” (com Wilson Vanderlei) e a incrível canção “Escurinho”, considerada uma obra-prima por cantores e compositores de várias épocas e estilos.

Os ingressos estão à venda na bilheteria do teatro, de quarta a domingo, das 14h às 20h. O valor é de R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).

Crédito da foto: Reprodução da internet