Com os salários atrasados, funcionários terceirizados do Detran paralisaram o atendimento em sete postos de vistoria no estado, um deles na capital (veja lista abaixo).

Postos afetados:

  • Av. Franscico Bicalho (capital)
  • Volta Redonda
  • Barra do Pirai
  • Resende
  • Angra dos Reis
  • Valença
  • Barra Mansa

O Detran declarou que está em dia com as empresas terceirizadas, mas uma ordem judicial impede o pagamento do Grupo Prol. A Prol informou que, quando a pendência financeira for resolvida, os pagamentos dos salários serão feitos imediatamente.

O Detran esclare que os usuários que estavam agendados e não puderam realizar o seu atendimento por causa da paralisação poderão retornar após a normalização do serviço, em até cinco dias úteis, e realizar a atendimento sem a necessidade de agendamento.

Funcionários da Telco que trabalham no teleatendimento também aderiram à paralisação. A empresa informou que, para retomar os serviços, o Detran precisa assinar um novo contrato. O Detran disse que um novo processo licitatório está em andamento.

Plano de contingência

Por conta da paralisação, o Detran montou um plano de contingência para atender a população afetada pelas paralisações da empresa terceirizada que presta serviço nos postos de atendimento. Um calendário especial do Detran Presente será realizado a partir de quarta-feira (18). Serão cinco mutirões, um na capital e outros quatro no interior do estado (veja lista abaixo).

Os agendamentos estão abertos e podem ser feitos no site www.detran.rj.gov.br.

Detran Presente especial

  • 18 de outubro (quarta-feira) – Francisco Bicalho (Rua Idalina, 35 – São Cristóvão)
  • 19 de outubro (quinta-feira) – Resende – Local: Posto de vistoria do Detran (Rua Macedo Miranda, lote 63/64 – Bairro Comercial)
  • 21 de outubro (sábado) – Barra Mansa – Local: Parque da Cidade (Avenida Prefeito João Chiesse Filho, 312)
  • 24 de outubro (terça-feira) – Três Rios – local a definir
  • 26 de outubro (quinta-feira) – Volta Redonda – local a definir

G RIO