Funcionários das UPAs alegam não ter condições para pagar passagem O Consórcio Saúde Legal ainda não realizou o pagamento dos salários

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Funcionários das UPAs alegam não terem recebido seus vencimentos desde o mês de julho/2018. De acordo com a denúncia, o Consórcio Saúde Legal ainda não realizou o pagamento dos salários dos trabalhadores que estão sem condições de pagar o transporte para comparecer ao serviço.

Em nota, a Secretaria de Saúde informa:

A Secretaria de Saúde está em dia com os repasses para o Consórcio Saúde Legal, que administrou as UPAs até o dia 16 de agosto, sendo responsável pelo pagamento aos funcionários dos dias trabalhados até esta data. Já foram efetuados, na semana passada, os pagamentos integrais (R$ 1.088.000,00 – a cada unidade) referentes à competência do mês de julho, cuja data de pagamento aos funcionários seria no dia 20 de agosto”.

“Os salários referentes ao período trabalhado após 17 de agosto, passaram ser atribuição do Serviço Social Autônomo do Hospital Alcides Carneiro (Sehac), que na data passou a administrar as UPAs Centro e Cascatinha“.

 

Não conseguimos contato com o Consórcio Saúde Legal.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.