Foto: Reprodução

Forte terremoto atinge Argentina, próximo a fronteira com o Chile

Um terremoto de magnitude 6,3 foi relatado na fronteira do Chile e da Argentina, mostram os dados do USGS, Instituto Geológico dos Estados Unidos. O terremoto teve uma profundidade de 147,8 quilômetros e seu epicentro foi 76 quilômetros ao sul da cidade argentina de San Antonio de los Cobres

Por Guilherme Campbell

Um forte terremoto registrado pelo USGS com magnitude de 6.3 que atingiu a região da fronteira Chile-Argentina nesta segunda feira (30). O instituto está relatando uma profundidade de 148 km. O epicentro foi localizado a 76,7 km de San Antonio de los Cobres, que possui uma população de 4.000 habitantes e a 172,3 km de Salta na Argentina. Estima-se que 1.605.000 pessoas tenham sentido um leve tremor.

O USGS emitiu um alerta verde para fatalidades relacionadas ao tremor e perdas econômicas. A probabilidade de vítimas e danos é baixa. Em geral, a população desta região reside em estruturas que são resistentes a tremores de terremoto, embora existam estruturas vulneráveis. Terremotos recentes nesta área causaram riscos secundários, como deslizamentos de terra que podem ter contribuído para perdas.

Um outro terremoto também ocorreu ao mesmo tempo com magnitude de 6.4 no Estreito de Tatar, na Rússia. O epicentro fica no mar, entre o continente e as Ilhas Sacalinas, próximo ao Japão. Como o epicentro do tremor foi registrado a 587 km de profundidade, mesmo com a magnitude alta é improvável que o terremoto cause mais danos. Nenhum alerta de tsunami foi emitido.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também