Forças de Segurança fazem operação no Jacaré, Manguinhos, Mandela e Arará

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Na manhã desta quinta-feira (18) iniciou-se mais uma operação desenvolvida no contexto do Plano Nacional de Segurança Pública, sendo realizada desta vez nas comunidades do Jacaré, Manguinhos, Mandela e Arará.

As informações sobre esconderijo de armas, localização de bandidos, cargas roubadas, pontos de vendas de drogas e veículos roubados que chegarem aos canais de atendimento do Disque Denúncia, relativas à localidade, serão encaminhadas em tempo real à nossa equipe que está no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC). Participando das ações de inteligência, o Disque Denúncia do RJ está presente de forma efetiva acompanhando as autoridades em suas tomadas de decisões durante as operações. O anonimato é garantido ao denunciante e ele pode ajudar a polícia e as Forças Armadas durante a operação.

O Disque Denúncia aproveita e lança cartaz com a foto de alguns traficantes que agem nas localidades citadas e também são alvos da operação.

São eles:
. Wellington de Souza Macedo; vulgo Caolha ou Cara de Gato
. Paulo Henrique Godinho dos Santos; conhecido como PH
. Jhonathan Luiz da Silva; o Jhoinha
. Nielson Paiva Araujo; vulgo Diminho
. Jeferson Gonçalves da; o Cara de Cavalo
. Wendel Luis Silvestre; conhecido como Wendel
. Jefferson Menezes Ferreira; vulgo Jefinho
. Willian sousa Guedes; o Chacota

O Disque Denúncia solicita a população de todo o Estado que continue denunciando qualquer tipo de atividade criminosa através dos telefones 2253 1177 (capital) e 0300 253 1177 (interior) no custo de uma ligação local; pelo WhatsApp do Procurados (98849-6099); e através do aplicativo “Disque Denúncia RJ”.

O anonimato é garantido ao denunciante.

Fonte: Disque Denúncia RJ - DDRio

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.