Os foliões já podem colocar na agenda mais um bloco de Carnaval na cidade: correr 5 quilômetros pelas ruas do Quitandinha no próximo domingo (04.02). Os organizadores pedem para que os atletas participem fantasiados. São 100 vagas para os interessados em participar da Folia dos Corredores, que segue com as inscrições abertas pelo telefone: (024) 9 8877-1012 no valor de R$ 30. A prova acontece em um único “pelotão” em que todos os participantes começam e terminam juntos. A largada acontece às 9h na Avenida Ayrton Senna, 179.

O objetivo da corrida é reunir os atletas para brincar em um grande bloco de carnaval. Após a prova, acontece uma roda de samba e os corredores terão direito a um chopp artesanal. Também acontece a eleição da melhor fantasia entre os homens e entre as mulheres.

“Vamos entrar no clima de carnaval um pouco mais cedo”, brinca o superintendente de Esportes e Lazer, Hingo Hammes, lembrando que a prova conta com o apoio da prefeitura.

“Por determinação do prefeito Bernardo Rossi, incluímos atividades físicas nos principais eventos da cidade, como foi no Natal Imperial, por exemplo, com duas corridas de rua e aulas de ginástica na Praça da Liberdade. Nosso objetivo é combater o sedentarismo e oferecer atividades que possam envolver toda a família no clima de carnaval”, afirmou Hingo.

A primeira edição da Folia dos Corredores aconteceu em 2015 e foi organizada por Marilda Chimelli. A inspiração é nas corridas que acontecem neste período em Recife. “A minha cunhada é de Olinda, em Pernambuco, e sempre contava sobre as provas temáticas de carnaval. Como a cidade abraçou a corrida de rua, resolvi organizar a primeira edição. O resultado foi bacana e no ano seguinte muita gente começou a me ajudar”, disse.

Além da Folia dos Corredores, o calendário de corridas de rua da cidade oferece este mês o Circuito Cervejeiro, no dia 11, e a Corrida de Verão no dia 25. “Cada vez mais os petropolitanos estão aderindo à modalidade e acreditamos no sucesso de cada prova realizada no município. Estamos oferecendo ao longo do ano outros estilos de prova, com trechos em montanhas e trilhas cidade”, completa Hingo.