Mais uma vez o Fluminense jogou em Duque de Caxias, no estádio Los Larios, no distrito de Xerém, para um público baixo e bastante irritado com a má fase do clube, apesar das duas vitórias nos últimos dois jogos, uma pelo estadual e outra na Copa do Brasil, que classificou o time a segunda fase do certame nacional.

O time precisava vencer o Macaé e torcer para que o jogo entre Boavista e Portuguesa da Ilha acabasse empatado, pois o time que saísse vitorioso deste jogo, eliminaria o tricolor das Laranjeiras da Taça Guanabara, primeiro turno do estadual.

O jogo foi sofrível, o Fluminense criou muitas oportunidades de abrir o marcador, esbarrando na falta de capricho na hora de finalizar as jogadas, o gol que deu a vitória ao Fluminense saiu aos 43 do segundo tempo, com Dudu, um menino da base tricolor que vem ganhando destaque no time profissional, após cruzamento do lateral-esquerdo Ayrton, um dos poucos a não ser contestado pelo torcedor.

No final da partida, ocorreram mais protestos contra a má gestão do clube, que não teve um bom início de temporada, mesmo com cinco jogos sem perder, o torcedor anda chateado com os diversos problemas do clube, principalmente da área financeira.

Com a vitória do Boavista, o time de Saquarema ficou com a liderança do grupo e garantiu vaga nas semifinais, já o Fluminense ficou em terceiro e para vencer o estadual, terá que ganhar a Taça Rio ou terminar entre as duas melhores campanhas dos que não venceram turno algum, para poder disputar a fase semifinal.

(imagem retirada do site Gazeta Esportiva)