Fiscalização: “Maioria dos estabelecimentos funcionava em concordância com os decretos municipais”, diz Prefeitura

Não houve relato de autuações ou intimações

Durante a noite de sexta-feira (25.09), equipes de fiscalização da Secretaria de Serviços e Ordem Pública (SSOP), do Procon, Posturas, Vigilância Sanitária, além de agentes da Guarda Civil e Polícia Militar atuaram percorrendo os locais de maior aglomeração na cidade. O foco principal da ação foi na Rua 13 de Maio, o que gerou apoio e diversos elogios de moradores da localidade em grupos de WhatsApp. Não houve relato de autuações ou intimações, pois verificado que a maioria dos estabelecimentos funcionava em concordância com os decretos municipais.

O primeiro local que a equipes atuaram foi a 13 de Maio. Os fiscais percorreram os estabelecimentos e se fixaram por mais tempo na via, o que evitou as aglomerações e a comercialização de ilegal de bebidas alcoólicas em área externa, o que é vetado por força de decreto municipal. Também houve um trabalho forte de conscientização das equipes, que orientaram consumidores sobre a proibição de aglomeração nas calçadas.

Logo após as equipes se deslocaram para o entorno da Catedral, e arredores da Praça Visconde de Mauá (Praça da Águia), sem nenhuma ocorrência.

Na Praça da Liberdade os fiscais e agentes encontraram um maior número de pessoas aglomeradas e jovens consumindo bebidas. Houve abordagem e a determinação para que os grupos seguissem as recomendações de segurança e voltassem para suas casas. O trabalho foi bem sucedido e logo no início da madrugada, o local já estava vazio.

Na Castelânea, as equipes de fiscalização encontraram novamente restaurantes vendendo cerveja para consumo nas calçadas e na Praça São Cristovão, o que está proibido por decreto. Todos foram orientados a seguir os protocolos de segurança e prevenção ao coronavírus.

As equipes ainda percorreram a Rua Aureliano Coutinho, Rua Teresa e vias adjacentes, onde alguns locais vendiam bebidas para consumo na calçada, mas que logo foram orientados a parar e seguir os protocolos de segurança determinados pelos decretos.

Durante as abordagens as equipes lembravam que, apesar de todo cidadão ter direito de ir e vir, é importante que cada pessoa permaneça se prevenindo para que o índice de contágio da covid-19 continue sendo controlado de forma satisfatória em Petrópolis. 

Dentro desse processo está incluso o uso de máscaras, sair de casa só em caso de necessidade e manter o distanciamento. O governo municipal ressalta que é fundamental o empenho dos petropolitanos no zelo com a própria saúde e, principalmente, com a do próximo.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também