Fios de PDO lisos: procedimento estético ideal para a área do rosto

O procedimento com implantação dos fios de PDO podem ser feitos nos consultórios, com anestesia local e dura entre 40 e 60 minutos.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Quem nunca se olhou no espelho e esticou a pele do rosto para dar uma levantada? Com o passar dos anos o nosso organismo vai produzindo cada vez menos colágeno e os procedimentos estéticos se tornam aliados neste momento. Entre eles, está os fios de PDO (polidioxanona), que são uma das alternativas para os tratamentos estéticos faciais mais procuradas atualmente no Brasil.

“Essa técnica é recomendada para a flacidez. Em algumas áreas específicas do rosto como as pálpebras inferiores e a chamada papada ela é muito indicada, principalmente por causa dos resultados harmoniosos, dando um aspecto jovial a pele e o rosto”, comentou o Cirurgião Bucomaxilofacial, Eduardo de Freitas Coutinho.

O procedimento com implantação dos fios de PDO podem ser feitos nos consultórios, com anestesia local e dura entre 40 e 60 minutos. “O fio é colocado logo abaixo da pele e o resultado é muito natural, estimulando a produção de colágeno. O material, biodegradável e reabsorvível, é utilizado há muitos anos, como fio de sutura em cirurgias internas”, explicou Eduardo.

O resultado começa a aparecer após 60 dias da aplicação e tem duração de 12 a 18 meses. “O mais importante é sempre buscar a orientação de um profissional e também procurar informações sobre o local onde o procedimento será realizado”, frisou Eduardo.

Nascido em Teresópolis, na Região Serrana do Rio de Janeiro, Eduardo de Freitas Coutinho, ingressou aos 16 anos na faculdade de odontologia. Aos 21 anos começou residência em cirurgia e traumatologia bucomaxilo facial e, durante 3 anos, fez residência em cirurgia, atuando com todo tipo de trauma de face, lesões, disfunções maxilofaciais.

Após o término da residência continuou atuando com cirurgia e estudando para concursos. Atualmente ele é tenente do exército brasileiro e trabalha no mais antigo hospital da América Latina, tratando de casos de altíssima complexidade. Com a sua carreira cirúrgica consolidada, ele resolveu expandir sua área de atendimento, ingressando na harmonização facial, que se tornou sua nova paixão.

Finalizando seu mestrado na Universidade federal Fluminense (UFF), Eduardo ainda atua como professor na residência multiprofissional em oncologia e em cursos de harmonização facial. Atuante na região da Tijuca, no Rio de Janeiro, o Cirurgião Bucomaxilofacial agora também atende em Petrópolis, em um consultório situado no Edifício Central, na Rua 16 de março.

Além dos fios de PDO, ele trabalha com preenchimentos com ácido hialurônico, aplicação de botox, clareamento dentário, lipo enzimática de papada, microagulhamento com drug delivery e biosestimuladores de colágeno. Mais informações sobre o profissional e suas áreas de atuação podem ser obtidas através do telefone (21) 97192-2012 ou pelo Instagram (https://www.instagram.com/dr.eduardocoutinho/).

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.