O fim de semana vai ser decisivo para as escolas de samba do Rio. Menos de cinco meses para o Carnaval 2019, três agremiações ainda faltam escolher o samba-enredo que vai embalar os desfiles na Marquês de Sapucaí. Na noite deste sábado, Unidos da Tijuca e Mangueira têm a final do ‘hino’ para a folia, enquanto a Imperatriz Leopoldinense elege amanhã os sambas semifinalistas.

Na quadra na Leopoldina, a Unidos da Tijuca elege hoje, às 22h, o samba para o Carnaval de 2019. Com o enredo ‘Cada macaco no seu galho. Ó, meu Pai, me dê o pão que eu não morro de fome’, a agremiação terá quatro sambas concorrendo, e os ingressos custam R$ 20.

Já para a Mangueira, que vai desfilar o enredo ‘História Pra Ninar Gente Grande’, de Leandro Vieira, a final dos sambas-enredo acontece hoje, às 22h, na quadra da escola. Os ingressos saem a R$ 50 e o evento vai contar com apresentação da bateria Verde e Rosa.

Para finalizar a festa, a Imperatriz Leopoldinense, que definiu o enredo ‘Me dá um dinheiro aí’, dos carnavalescos Kaká e Mário Monteiro, escolhe amanhã, às 20h, quatro sambas na semifinal da agremiação. Na quarta-feira (17), três sambas-enredo vão disputar a final.

Salgueiro

Na madrugada de sexta, o Salgueiro escolheu, na quadra da escola, na Tijuca, o samba vencedor que vai acompanhar o enredo sobre o orixá Xangô, de autoria do carnavalesco Alex de Souza. Para Marcelo Motta, um dos oito compositores da canção, a certeza é que a vermelha e branca vai disputar com louvor o título de campeã na Sapucaí. “O salgueirense sonha com o enredo de Xangô. É uma emoção inexplicável emplacar meu sétimo samba. Toda vez é uma sensação diferente”, disse ele, que também contou com a parceria de Demá Chagas, um dos compositores do clássico ‘Explode Coração’. “A estrela não é o compositor, e, sim, o samba”, reforçou Motta.

Fonte: ODIA